Educação

Foi prorrogado para o dia 18 de março o prazo para a coleta sobre a situação do aluno matriculado na Educação Básica. A escola terá até a próxima sexta-feira para informar o rendimento e movimento do aluno – se foi aprovado ou não em 2010, se foi transferido ou mesmo se abandonou os estudos. No Tocantins, a coleta já foi praticamente concluída: faltam menos de 170 escolas para que as 1.914 tenham os dados finalizados.

Desde o dia 1º de fevereiro, o sistema Educacenso está aberto para que as escolas informem esses dados. Os gestores responsáveis pela coleta terão dos dias 23 de março a 6 de abril para conferirem os relatórios e fazerem possíveis correções, pelo módulo Situação do Aluno, na página http://www.educacenso.inep.gov.br. Após essa data, o sistema será fechado para serem gerados os dados finais, previstos para serem divulgados em 15 de abril na página do Inep.

As escolas que não preencherem a situação do aluno podem ficar de fora das estatísticas oficiais que servem de base para a consolidação de programas federais, como a distribuição de livros didáticos. A aquisição do material terá como base as informações relativas ao rendimento e movimento escolar do aluno em 2010.

Educacenso

Esta é a segunda etapa do Censo Escolar da Educação Básica ano base 2010, considerada a mais completa fonte de informações utilizadas pelo Ministério da Educação. Essas informações são utilizadas para traçar um panorama nacional da educação básica e servem de referência para a formulação de políticas públicas e execução de programas na área da educação, incluindo os de transferência de recursos públicos como merenda e transporte escolar, distribuição de livros e uniformes, implantação de bibliotecas, instalação de energia elétrica, Dinheiro Direto na Escola e Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb).

As escolas que não informarem a situação de seus alunos ao Inep ficam fora dos indicadores educacionais e, conseqüentemente, sem Ideb, Índice de Desenvolvimento da Educação Básica. O Ideb é divulgado a cada dois anos e expressa, os resultados mais importantes na educação, que são a aprendizagem e o fluxo escolar. Os estudantes das escolas que não efetuarem o cadastramento também não poderão participar do Enem.

Fonte: Seduc

Por: Redação

Tags: Educação Básica, Educasenso, Seduc