Estado

Foto: Divulgação

O deputado estadual José Roberto Forzani (PT) foi o responsável por uma reunião realizada nesta terça-feira, 5, na Secretaria Estadual do Planejamento, para apresentação do Projeto Leite da Terra, que prevê a implantação de uma bacia leiteira na região Sul do Tocantins.

O projeto tem como objetivo promover o desenvolvimento sustentável da pecuária do leite e a agroindustrialização na agricultura familiar visando a comercialização de produtos. “A agricultura familiar precisa de projetos como este que aliem sustentabilidade e geração de renda para as famílias”, ressaltou o petista.

A proposta inicial é que o projeto seja implantado em 12 municípios do região Sul (Aliança do Tocantins, Dueré, Lagoa da Confusão, Cristalândia, Pium, Pugmil, Nova Rosalândia, Oliveira de Fátima, Fátima, Santa Rita do Tocantins, Crixás do Tocantins e Brejinho de Nazaré) e atinja 2 mil famílias, gerando cerca de 8 mil empregos, diretos e indiretos.

“Conhecemos esse projeto há alguns anos em Pernambuco e solicitamos o agendamento dessa reunião ao Deputado para que pudéssemos apresentar para o Governo do Estado uma proposta de implantação e fortalecimento da bacia leiteira na região Sul do Estado”, informou o prefeito de Aliança, José Rodrigues.

O secretário de Planejamento e Modernização, Eduardo Siqueira Campos, solicitou aos prefeitos e demais coordenadores do projeto que apresentem uma proposta de Projeto Piloto para que o Estado estude uma forma de viabilizar o convênio com as prefeituras. “Este projeto é uma necessidade no Estado e somos simpáticos a essa proposta principalmente pelo número de famílias beneficiadas”, disse Eduardo.

O gerente de captação da LBR Lácteos Brasil, Lairton Rakowski, também participou da reunião e gatantiu que a empresa tem interesse em ser parceira no projeto. “Esse projeto tem uma viabilidade interessante e temos necessidade de compra. É um projeto que daqui há uns 4 anos deve produzir cerca de 100 mil litros de leite”.

Participaram da reunião os prefeitos de Dueré, Crixás, Pugmil, Nova Rosalândia, Aliança do Tocantins, representantes das prefeituras de Lagoa da Confusão e Fátima, representantes do Banco do Brasil, LBR e COAPA – Cooperativa Agroindustrial do Tocantins. O projeto foi apresentado por Rômulo Carlos, vice-presidente do Instituto Terra Brasil. Uma nova reunião será agendada para apresentação do projeto piloto.

Fonte: Assessoria de Imprensa José Roberto Forzani