Educação

Foto: Divulgação

Estamos fazendo uma revolução silenciosa”, declara o presidente da Fundação UnirG, Eugenio Pacceli, ao avaliar os 30 primeiros dias da sua gestão que começou no dia 21 de março. Nesse período o presidente montou sua equipe de trabalho, fez mudanças estruturais e criou ambientes de diálogo entre a administração da Fundação, docentes, servidores e alunos.

Ao fazer um balanço do período, Pacceli diz que o resultado foi satisfatório diante da situação encontrada na Fundação. “Deparamos com um quadro difícil, mas avançamos muito e o que pudemos implementar superou nossas expectativas. Nossa equipe de trabalho entendeu o recado e respondeu ao nosso chamado para a reconstrução da UnirG”, afirma.

A aproximação do gabinete da presidência com departamentos considerados estratégicos melhorou o fluxo de trabalho. Nos primeiros dias da gestão, a Assessoria de Comunicação, Diretoria Administrativa e Financeira, Núcleo de Controle Interno e Procuradoria Jurídica passaram a fazer parte da equipe de apoio ao gabinete da presidência. Em breve outros departamentos também considerados estratégicos em sua administração serão transferidos para o Centro Administrativo.

“Vemos que hoje o ambiente corporativo está melhor do que há três semanas. Temos professores, servidores e alunos mais motivados porque estão percebendo que podem acreditar nessa administração. Acreditamos que o empenho e o apoio de todas essas pessoas farão o sucesso da UnirG”, ressalta.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Unirg

Por: Redação

Tags: Eugênio Pacheli, Unirg