Palmas

Foto: Divulgação

Segundo o presidente da Câmara de Palmas, vereador Ivory de Lira (PT), a situação de 44 loteamentos, alguns transformados em condomínios fechados na zona rural de Palmas foi o que desencadeou a proposta de revisão do Plano Diretor de Palmas. Este dado fez parte de um relatório elaborado pela Secretaria de Finanças da Prefeitura de Palmas e entregue à Comissão de Administração Pública, Urbanismo e Infraestrutura Municipal da Câmara de Palmas.

Ivory adiantou que vai realizar audiências públicas com todos os poderes das esferas municipal e estadual, debater as medidas e decidir a revisão do plano diretor com a conclusão ainda neste primeiro semestre lembrando ainda que “a revisão deve ser feita de quatro em quatro anos ou se houver urgência como agora”.

Para ratificar a preocupação com o assunto, logo mais às 15 horas, Ivory de Lira junto com membros da Comissão, farão um vôo panorâmico no entorno de Palmas para conhecer as áreas apontadas no relatório. As informações vão subsidiar as audiências para tratar da revisão do Plano.

O vereador Bismarque do Movimento (PT) também se posicionou sobre o assunto ao enfocar a situação de 105 famílias que se encontram em áreas irregulares e solicita o empenho dos pares nas audiências.

O Plano Diretor de Palmas foi instituído pela Lei Complementar nº 155, de 28 de dezembro de 2007. A Lei dispõe sobre a política urbana do município de Palmas, formulada para atender ao pleno desenvolvimento das funções sociais da cidade e a garantia do bem estar de seus habitantes.

Balanço da saúde em Palmas

Após reunião realizada na última 2ª feira, dia 02, em dependência da Casa, com a participação do secretário municipal de Saúde, Samuel Bonilha e dos vereadores Ivory de Lira (PT), José do Lago Folha Filho (PTN), Norton Rubens (PRB), Divina Márcia (PTN), Lúcio Campelo (PR) e Valdemar Júnior (DEM), o líder do governo, Milton Neris (PT) ao usar a tribuna na sessão de hoje, 4ª feira, 04, apresentou um balanço dos investimentos que serão aplicados nas 35 Unidades de Saúde da Família que, daqui a 90 dias, com o processo de licitação em curso, estas unidades vão estar reformadas.

Ainda segundo Neris, até o final do ano a Prefeitura entregará a Unidade de Pronto Atendimento – UPA da Região Sul. Quanto à UPA da Região Norte, o projeto de reparos já foi aprovado pelo Ministério da Saúde, a licitação vai ser realizada e a entrega será ainda este ano. “Hoje os usuários contam com 45 equipes, número suficiente segundo dados do Ministério da Saúde”, finaliza Neris.

Fonte: Assessoria de Imprensa/Câmara de Palmas