Polí­tica

Foto: Divulgação

A Associação Tocantinense de Municípios (ATM) se prepara para a “XIV Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios”, que acontece de 10 a 12 de maio, no hotel Royal Tulip Brasília Alvorada - SHTM – Trecho 1, Conjunto B, Bloco C - Brasília/DF. O objetivo do evento, neste ano, é estabelecer o relacionamento do movimento municipalista com o novo governo federal, avançando ainda mais, na construção de um pacto federativo mais justo, que seja capaz de diminuir as diferenças regionais e promover o desenvolvimento sustentável. A Marcha está consolidada como o maior encontro de autoridades políticas do país.

Serão discutidos temas fundamentais para o aperfeiçoamento da federação brasileira, e para a relação entre os entes que a constituem. Inserem-se, neste contexto, as principais reivindicações do municipalismo, tais como: a divisão dos royalties do petróleo e a regulamentação da Emenda Constitucional nº 29 (recursos para a saúde). A iniciativa do evento é da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

O presidente da ATM, Manoel Silvino Gomes Neto já está na capital federal, verificando os últimos detalhes da Marcha. A comitiva do Tocantins será composta por 30 prefeitos, um Jornalista, um repórter Fotográfico e Assessores, da presidência da entidade.

“Outras questões federativas, que ainda aguardam regulamentação, fazem-nos afirmar que o ‘Brasil é federação incompleta’, uma vez que o modelo federativo que está sendo implantado na prática sacrifica, demasiadamente, os Municípios, com a constante transferência de atribuições, sem o respectivo repasse dos recursos para custeá-las”, declarou o presidente da CNM, Paulo Ziulkoski

Fonte: Assessoria de Imprensa/ATM