Educação

Foto: Divulgação

Na última sexta-feira, 20, representantes do Centro Universitário Unirg estiveram reunidos com a presidente da Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado do Tocantins (FAPT), Andréa Stival. A presidente veio à convite da reitoria para conhecer as pesquisas desenvolvidas pela Instituição.

Participaram da reunião, a pró-reitora de pesquisa e pós-graduação, Karin Collier, o vice-reitor Victor de Oliveira, representando a reitoria, a diretora administrativa e financeira, Patrícia Schuller, representando a Fundação, entre outros convidados.

Na oportunidade foi apresentada para Andréa Stival as demandas de pesquisas da Unirg, as pretensões e potencialidades futuras da Instituição. “Com esse encontro queremos criar possibilidades da Unirg ser inserida no cenário da pesquisa no Estado através do apoio da Fundação, até porque vivemos uma explosão de pesquisa institucional fomentada apenas pela própria Instituição”, disse Karin Collier.

A pró-reitora de pesquisa e pós-graduação disse ainda que “a Unirg é o quarto maior orçamento público do Estado é uma das maiores empregadoras do Tocantins, e por isso é necessário que sejamos vistos”.

O vice-reitor reafirmou o que disse Collier. “As potencialidades da pesquisa da Unirg não estão evidenciadas para o Estado, ainda somos pouco vistos. Essa reunião técnica de aproximação possibilita mostrar nosso trabalho, com intuito de surgir futuras parcerias com o apoio da Secretaria Estadual de Ciência e Tecnologia e da FAPT”, acrescentou Victor de Oliveira.

De acordo com Stival, a proposta apresentada pela Unirg está de acordo com o que o Governo tem para o desenvolvimento do Estado. “A intenção da FAPT é aumentar o número de doutores e fomentar a pesquisa no Estado dando suporte entre governo, empresas e universidades. A pesquisa aplicada traz melhoria para o desenvolvimento do Tocantins”, ressaltou.
Atualmente a Unirg tem em seu quadro de professores, 77 mestres, 13 doutores, 36 mestrandos e 14 docentes cursando doutorado.

A presidente agradeceu o convite e a oportunidade de conhecer de perto o trabalho desenvolvido pela Unirg. “Parabenizo todos vocês pelo belo trabalho que é realizado aqui, pois eu desconhecia. Sou de Gurupi e sei das dificuldades que a UnirG enfrenta. Minha função é contribuir para que a Unirg possa ser igualada com as demais instituições”, enfatizou.

Aproveitando o momento, Andréa Stival convidou representantes da Unirg para a mesa de debates no Fórum de Ciência e Tecnologia e Inovação, que será realizado no dia 22 de junho, em Palmas.

FAPT

A Fundação é vinculada a Secretaria da Ciência e Tecnologia e tem entre as atribuições, o incentivo às pesquisas científicas e tecnológicas por meio de apoio técnico e financeiro; a contribuição para o desenvolvimento social, econômico e cultural; e apoiar a formação e o aperfeiçoamento de profissionais para pesquisa, inovação e desenvolvimento técnico de interesse do Estado do Tocantins, mediante a concessão integral ou complementar de bolsas.

Fonte: Ascom Unirg