Saúde

Foto: Divulgação

Para a diretoria do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde no Tocantins (Sintras - TO) foi de suma importância a publicação da Portaria N° 153 - de maio de 2011, que garante o pagamento de gratificação para os servidores que laborou em urgência e emergência em unidades de terapia intensiva. “Isto fez com que a categoria se sinta mais valorizada”, disse o presidente da entidade, Manoel Pereira de Miranda.

A diretoria do Sintras entende que a Portaria é importante, mais não resolve definitivamente o problema, em virtude de não ter abrangência em todos os hospitais do poder do Estado e também não atingir todos os profissionais que trabalham nestas unidades.

Com isso a insatisfação da categoria é muito grande e visando resolver este problema, o presidente do Sintras oficiou o secretario de Saúde, Arnaldo Alves Nunes, na última semana, reivindicando a retificação da referida Portaria para abranger a todos os profissionais que laboram nestes setores e todos os hospitais da rede que tinha estes serviços.

Fonte: Ascom Sintras