Esporte

Foto: Divulgação

O Centro Olímpico da cidade de Porto Nacional, a 60 km de Palmas, foi o cenário para o lançamento e realização da II Olimpíada Proerd (Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência), na manhã desta quinta-feira, 9 de junho. 530 alunos do 5º ano do ensino fundamental, de 12 escolas das redes estadual, municipal e particular de ensino da cidade, assistidos pelo programa no primeiro semestre deste ano, tornaram-se os atletas em oito modalidades.

O resultado das competições será divulgado ainda no final da tarde desta quinta-feira. A premiação dos vencedores – troféus e medalhas – será entregue no próximo dia 28 de junho, no Ginásio de Esportes da cidade, durante a solenidade de formatura dos alunos deste primeiro semestre de 2011. Serão conhecidos os vencedores das seguintes modalidades: vôlei, futsal, queimada, corrida do ovo, corrida do saco, corrida de revezamento, corrida de 50m e cabo de guerra.

“O objetivo maior não é termos ganhadores ou perdedores, porque todas essas crianças aqui já são vitoriosas. O que queremos é que todos possam levar essas instruções, essa formação, para o resto de suas vidas. A regional está de parabéns pelo trabalho realizado com o Proerd, bem como todos os nossos parceiros”, declarou o comandante do 5º BPM, tenente coronel Abelardo Bezerra Neto.

De acordo com a coordenadora daquela regional, major Silvânia Martins Benvindo Pacheco, desde 2002, quando o programa foi lançado no Tocantins, a regional de Porto Nacional já atendeu a cerca de 13 mil crianças com ações voltadas, principalmente, para afastá-las do mundo das drogas e conscientização de valores humanos. “Nosso objetivo é realizar os jogos todos os anos.

É mais uma forma de mostrar a essas crianças, e também à sociedade, que o esporte é um bom caminho para a formação de uma pessoa, de dizer não às drogas e à violência, mostrando uma maneira diferente de ver a vida”, diz a major.

“Eu acho muito bom, incentiva e prepara a gente para o futuro, afasta das drogas e eu espero ganhar e continuar no programa”, disse, entusiasmado, Carlos Eduardo, 10 anos, que se preparava para entrar na quadra de futsal. “Estou me divertindo, é muito legal participar dos jogos, das brincadeiras, e o PROERD ajuda a gente a não mexer com as drogas, com a violência. É a primeira vez que participo e quero continuar”, comentou Daniela Rocha Guilherme, 10 anos, que tinha acabado de vencer em 1º lugar (na modalidade queimada).

Na solenidade de lançamento das Olimpíadas, após a formação da mesa e apresentação das escolas, foi executado o Hino Nacional Brasileiro, lido o juramento pela aluna Fernanda Almeida Miranda, de 9 anos, da Escola Stella Maris; e dada a tradicional volta olímpica (com a tocha e acendimento da pira), pelo aluno Matheus Dias, da Escola Estadual Ana Macedo Maia. As diferentes modalidades foram representadas com uniforme personalizado por integrantes do Tiro de Guerra.

Empresário do ramo de móveis e eletrodomésticos em Porto Nacional, e “amigo do PROERD” há cinco anos, Manoel Tadeu Batista Figueredo é um dos representantes da iniciativa privada a apoiar o programa. “O PROERD agrega valores que vão muito além da questão financeira, são valores sociais, que permanecem e eu tenho um grande prazer de contribuir com o programa e é também uma forma de conscientizar outros empresários a se tornarem parceiros”, observou o empresário.

São parceiros do programa na regional o Comando do 5º BPM, Corpo de Bombeiros, Tiro de Guerra, Prefeitura Municipal, DRE (Diretoria Regional de Ensino) de Porto Nacional, Secretaria Municipal de Educação, Saneatins e iniciativa privada. Cinco policiais militares formam a equipe do programa na cidade, que atende, além de Porto, alunos dos municípios de Monte do Carmo, Brejinho de Nazaré, Silvanópolis, Ipueiras e Santa Rosa do Tocantins.

Autoridades

A mesa esteve composta pelo comandante do 5º BPM, tenente coronel Abelardo Bezerra Neto; o diretor regional de ensino de Porto Nacional, Washington Frota Martins; a secretária municipal de Educação, Joana dos Reis Neres Gomes; a coordenadora da regional do Proerd, major Silvânia Martins Benvindo Pacheco; pelo coordenador operacional do programa, 1º tenente Cleuter Silas; o chefe de instrução do Tiro de Guerra (TG), subtenente Daniel Santos de Sousa; o empresário na cidade e amigo do Proerd, Manoel Tadeu Batista Figueredo; e o secretário de Esportes de Porto Nacional, João Leite Moura Filho.

Proerd

O Proerd surgiu no Tocantins em 2002 como iniciativa da Polícia Militar, na prevenção às drogas e no combate à violência. São 87 instrutores que atuam em 52 municípios tocantinenses. Já foram atendidos e certificados 117.872 crianças e adolescentes, além de 1.075 pais, por meio de cursos e encontros. É um programa de caráter preventivo social desenvolvido nas redes de ensino público e privado.

Fonte: Ascom PM