Estado

Foto: Divulgação

A Federação do Comércio do Tocantins (Fecomércio) fez parceria com a Associação de Jovens Empresários e Empreendedores do Tocantins (AJEE) para realizar o Bate-papo de Negócios nesta quarta, 15, às 19 horas, no terraço da entidade, em Palmas. É a segunda edição do evento que acontece na instituição e desta vez os participantes acompanharão a trajetória empreendedora do empresário e diretor-presidente do Grupo Skypton, Carlos Henrique Franco Amastha, com o case de sucesso do Capim Dourado Shopping. A entrada é franca e qualquer empresário pode participar.

Amastha contará como conseguiu construir o empreendimento. No mês passado, o empresário Henrique Cardoso, do Fragata foi o empreendedor escolhido para explanar sua experiência no encontro que reuniu cerca de 50 empresários na Fecomércio.

O Bate-papo de Negócios é um projeto da AJEE Tocantins que tem por objetivo ampliar a rede de relacionamento entre os empresários, e assim, proporcionar um network para a interação de profissionais de áreas diversas trocarem experiências e contatos.

De acordo com o presidente da AJEE-TO, Leandro Mourthé, a presença de um grande empreendedor como Amastha é importante para a Associação. Já o empreendedor Carlos Amastha afirma que a ideia é mostrar o seu exemplo de que com muito trabalho, esforço e profissionalismo o empresário pode alcançar seus objetivos. “A platéia de jovens empreendedores é especializada, tem um alto nível de conhecimento e eu tenho condições de dar as dicas daquilo que pode ser feito para alavancar os negócios”, destaca Amastha.

O presidente da Fecomércio-TO, Hugo de Carvalho lembra que a casa tem estado inteiramente à disposição para fechar parcerias que agreguem valor ao comércio e ao compromisso social. “Queremos contribuir para o desenvolvimento econômico de nosso Estado e por melhor qualidade de vida aos tocantinenses, não só através das nossas ações sistemáticas, como também por meio de parcerias como esta feita com a AJEE, que nos presenteia trazendo a experiência de grandes empresários”, lembrou.

Da Redação com informações da Assessoria de Imprensa/Fecomércio