Polí­tica

Foto: Koró Rocha

Insatisfeito com a atual condução do PMDB o deputado Sandoval Cardoso frisou que ainda não tem certeza se irá ao evento da legenda neste sábado, 18, na Assembleia Legislativa.

Para o parlamentar antes de qualquer discussão é necessário fazer a eleição para definir o comando definitivo do diretório que atualmente tem o deputado federal Júnior Coimbra à frente.

“Estou aguardando a definição do diretório, não estou muito integrado”, salientou o parlamentar.

Desde que o ex-deputado Osvaldo Reis foi destituído do cargo através da dissolução do diretório ainda não foi marcada a data para eleição.

O deputado pretende disputar com Coimbra a presidência. “Sou pré-candidato e entendo que um partido como o PMDB não pode ficar centralizado nas mãos de poucos”, frisou.

Resgate dos históricos

Para o parlamentar o partido precisa resgatar os nomes históricos como Reis e o ex-deputado federal Moises Avelino. “Essas pessoas precisam ser resgatadas para o convívio do partido”, salientou.

Avelino está afastado desde as eleições do ano passado quando fez campanha para o governador Siqueira Campos conquistando assim atualmente uma indicação na secretaria de habitação onde o filho, Igor Avelino é secretário.

Outro nome afastado da legenda é o ex-vice-prefeito Derval de Paiva .

2012

No evento será discutido ainda sobre os nomes para concorrer no próximo ano. Tal discussão na opinião de Sandoval é prematura. “Não vejo como definir isso numa comissão”, salientou.

O partido em outros cinco parlamentares na Assembleia.