Economia

A transferência de propriedade de veículo é o serviço mais requisitado do Detran Tocantins. No primeiro semestre do ano o serviço totalizou 23.035 procedimentos.

O chefe da seção de Atendimento de Veículos do Detran, Fabrício José Machado, alerta para o prazo de transferência da titularidade do veículo. “O comprador tem que saber que, assim que a venda for firmada, ele tem até 30 dias para concluir a transferência junto ao Departamento Estadual de Trânsito. Não sendo feita a transferência neste prazo, o comprador pagará multa no valor de R$ 127,69 pelo atraso”, informou.

Segundo informações do Detran o primeiro passo para fazer a transferência é se dirigir a uma Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran), à sede ou um dos postos de atendimento do Detran munido do Certificado de Registro de Veículos (CRV) preenchido e autenticado com reconhecimento de firma. Também são necessárias, segundo a assessoria de comunicação do órgão, cópias e originais de documentos pessoais (RG e CPF) e de comprovante de endereço nominal ao comprador ou aos seus pais.

De posse da documentação inicial do condutor, no Detran será aberto um processo, gerado um boleto para pagamento de taxa de R2,00, emitida a Ficha de Alteração Cadastral (FAC) e o veículo será encaminhado para vistoria, para que se comprove se está apto a circular. No valor da taxa estão inclusos R$ 5,00 referentes ao nada consta, R$ 22,00 para a vistoria e R$ 75,00 da transferência.

Por: Redação

Tags: Ciretran, Detran, Fabrício José Machado