Economia

Modernizar a gestão dos negócios da agricultura familiar é o foco do projeto do Sebrae que oferece curso gratuito à produtores de 46 municípios no Tocantins.

É na agricultura familiar que são produzidos 87% da produção nacional de mandioca, 70% da produção de feijão, 46% do milho, 38% do café, 34% do arroz, 21% do trigo e, na pecuária, 58% do leite, 59% do plantel de suínos, 50% das aves e 30% dos bovinos. Os dados são do último Censo Agropecuário realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em âmbito estadual a pesquisa aponta que no Tocantins 176.831 pessoas estão empregadas em atividades da agricultura, destas 122.936, ou seja, 69,52% atuam na agricultura famíliar. Os dados deixam claro que fortalecer os negócios no setor é fundamental para agricultura e para a melhoria das condições de vida da população rural do país.

Pensando nisso, o Sebrae e o Senar elaboraram o projeto Negócio Certo Rural, um curso de Planejamento de Pequenos Negócios e Agronegócio Empresarial voltado para produtores da agricultura familiar. O conteúdo prepara os participantes para a implantação de novas ideias de negócios, onde esse é orientado desde a seleção da ideia, análise da viabilidade, formalização da empresa, gerenciamento e relacionamento com o mercado.

O curso acontece em seis encontros realizados durante dois meses com intervalos de quinze dias entre cada aula. O conteúdo ajuda o produtor a melhorar o desempenho das atividades já praticadas nas propriedades rurais, aumentando a renda da propriedade e incentivando os jovens a investirem nas propriedades dos pais ou em oportunidades de trabalho em suas próprias comunidades.

Treze cidades já receberam o curso

O curso Negócio Certo Rural será realizado em doze municípios da Região Norte, dez da Região Médio Norte, treze na Região Central e onze na Região Sul. Até o momento já foram realizadas turmas nas cidades de Palmeirantes, Guarai, Bernardo Sayão, Colmeia, Peixe, São Salvador, Nova Olinda, Santa Fé do Araguaia, Santa Terezinha do Tocantins, Nazaré, Juarina, Xambioá e Piraquê. Está agendado turmas no município de Lagoa da Confusão (08/09) e Angico (10/09). O programa também será realizado na Barrolândia, Porto Alegre do Tocantins, Paranã e Peixe com data de início a definir.

Os resultados da realização do curso foram comprovados ainda na fase experimental. O programa foi lançado em outubro de 2009 em Santa Catarina com cinco turmas experimentais. Em 2010 o programa foi adotado nacionalmente e começou a ser implantado em 13 Estados, inclusive no Tocantins. Uma pesquisa realizada com as cinco primeiras turmas revelou que 43% dos 114 pessoas que participaram, abriram novos negócios e 57% implantaram melhorias nas propriedades. (Assessoria de Imprensa Sebrae)

Por: Redação

Tags: Agricultura Familiar, IBGE, Sebrae, Senar