Estado

Foto: Divulgação

A situação da ponte sobre o Rio Tocantins na rodovia TO-255, situada em Porto Nacional preocupa o governador Siqueira Campos, segundo afirmou ao Conexão Tocantins nesta segunda-feira, 24, o secretário de Infra-Estrutura, Alexandre Ubaldo. O governo já busca em parceria com a bancada federal e junto à presidente Dilma Rousseff recursos para a construção de uma ponte.

“A ponte tem mais de 30 anos e apresenta problemas estruturais até mesmo pelas condições da época que foi construída. É inviável uma recuperação”, salientou Ubaldo. Os problemas estruturais vão desde aos pilares até a pista que tem várias ondulações. “O material está cedendo”, completou. A empresa Laboratório de Sistemas Estruturais (LSE) fez o diagnóstico estrutural da Ponte onde vários problemas foram encontrados.

A portaria n° 799 de 30 de setembro determinou o tráfego limitado por tempo indeterminado, em ambos os sentidosparatráfego de veículos transportadores de carga com Peso Bruto Total (PBT) ou Peso Bruto Total Combinado (PBTC) superior a 30toneladas.

A operação de uma balsa para transporte dos veículos de grande porte acima do peso permitido pode ser uma alternativa para o tráfego, porém segundo o secretário ainda não há estimativa de prazo para tal procedimento. Ubaldo frisou ainda que a interdição total da ponte para veículos de passeio também não tem previsão.

A secretaria já trabalha no novo projeto de construção da ponte que deve custar bem mais que a que liga Lajeado a Miracema e foi inaugurada na sexta-feira, 21, pelos governos estadual e federal. O custo da Ponte dos Imigrantes Nordestinos Padre Cícero José de Sousa foi de mais de R$ 100 milhões.

Com a construção de uma nova ponte, a atual pode ser destinada apenas para passeio e preservação histórica.

A ponte de Porto Nacional tem 900 m de comprimento e 13m de largura, sendo 10m de pista de rolamento e 3m de passeios com 1,5m cada e foi inaugurada em março de 1979.