Polí­tica

Foto: Divulgação

Depois de muita discussão e recursos na justiça, o Tribunal Superior Eleitoral expediu decisão sobre a multa aplicada ao ex-governador do Tocantins, Carlos Caguim (PMDB), por prática de conduta vedada a agente público, durante as eleições do ano passado.

A decisão, assinada pelo ministro Arnaldo Versiani, foi de manter a multa aplicada ao ex-governador pelo episódio da distribuição de bicicletas a crianças e adolescentes inscritas na Fundação Pioneiros Mirins, do governo do Estado. À época, Gaguim era governador tentando reeleição ao Palácio Araguaia.

De acordo com a decisão do TSE o ex-gestor do Tocantins continua obrigado a pagar um valor de mil UFIR (Unidade Fiscal de Referência). O valor, em reais, no entanto não é tão alto. Uma UFIR vale, hoje, cerca de R$ 1,06. Ou seja, Gaguim terá que pagar um valor de pouco mais de R$ 1 mil pela entrega das polêmicas bicicletas no ano passado.