Educação

Foto: Divulgação

A abertura do I Seminário Estadual de Educação Profissional, realizada na noite de ontem, 28, no auditório do Palácio Araguaia, foi marcada pelo lançamento oficial do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). O programa visa expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos técnicos e profissionais de nível médio, e de cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC). Os cursos são oferecidos aos estudantes do Ensino Médio Regular e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) da rede estadual de ensino. Manicure, pedreiro, técnico em enfermagem e técnico em informática são algumas das opções disponíveis.

Na abertura do Seminário estiveram presentes o secretário de Estado da Educação, Danilo de Melo Souza, o consultor do Ministério da Educação, Francisco da Costa Sobrinho, a deputada Estadual, Josi Nunes, representantes do Senac, Senai, Instituto Federal Tecnológico do Tocantins, além dos diretores Regionais de Ensino e educadores de todo o Estado.

Durante o evento foi assinado o termo de compromisso entre Seduc, Senac, Senai e IFTO, para a oferta dos cursos. Das 1.801 vagas oferecidas para o Tocantins ainda estão disponíveis 702, na modalidade concomitante, onde o aluno curso o ensino regular na rede estadual e em outro período participa das aulas de formação com um dos parceiros. De acordo com a Diretora de Educação Profissional da Seduc, Rosana Barreto, os estudantes poderão se inscrever, até o próximo dia cinco de dezembro, mesmo dia do início das aulas. Estas inscrições devem acontecer por meio das Diretorias Regionais de Ensino. Inicialmente os cursos serão oferecidos em Araguaína, Gurupi, Palmas, Paraíso e Porto Nacional.

De acordo com Danilo de Melo, a intenção do Governo do Estado, em parceria com o Governo Federal é expandir a rede de educação profissional para todo o Tocantins. “Queremos construir um sistema de educação profissional que garanta uma melhor empregabilidade para os nossos jovens. Queremos que ela seja implantada nos 139 municípios e para isso os investimentos já estão sendo feitos. São R$ 20 milhões que estão sendo empregados na aquisição de equipamentos, na construção e na melhoria das instalações”, explicou.

No encerramento do primeiro dia das atividades os educadores assistiram ainda a palestra com o tema: “Currículo da Educação Profissional Técnica e de Nível Médio: concepções, objetivos e perspectivas”, ministrada por Nilva Schroeder, mestre em educação.

As atividades do Seminário que tem como tema “Educação Profissional: Integração, Perspectivas e Desafios”, acontecem até o dia 30 deste mês no prédio do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), localizado na quadra 201 Norte. O evento é organizado pela Secretaria Estadual da Educação (Seduc) por meio da Diretoria de Educação Profissional da pasta, em parceria com o Ministério da Educação (MEC). A programação completa pode ser conferida no link I Seminário Estadual de Educação Profissional.(Ascom Seduc)