Educação

Foto: Cléia Gomes Reunião com entidades filantrópicas, confessionais e comunitárias Reunião com entidades filantrópicas, confessionais e comunitárias

Durante esta terça-feira, 3, na sala de reuniões da Secretaria Estadual da Educação (Seduc), cerca de 80 diretores e representantes de entidades filantrópicas, confessionais e comunitárias de ensino se reuniram com o secretário estadual da Educação, Danilo de Melo Souza, que apresentou os critérios e as orientações para o estabelecimento de convênios entre as instituições e a Educação Estadual para o novo ano letivo, referente a 2012.

Conforme afirmou Danilo de Melo, o objetivo da reunião foi apresentar e explicar cada um dos 15 critérios estabelecidos para estas entidades, que uma vez se enquadrando em todos eles, poderão ter os convênios prorrogados por mais dois anos. “A perspectiva é que tudo seja feito com agilidade, para iniciarmos o ano letivo, no dia 1º de fevereiro, com todas as parcerias estabelecidas e reguladas conforme os critérios determinados pelos conselhos nacional e estadual de ensino, como oferecer Educação Básica Regular, gratuidade do ensino, dentre outros. A partir dos convênios estabelecidos neste ano, já vamos iniciar os esforços para que no seguinte eles sejam estendidos durante 2013 e 2014”, explicou o secretário estadual da Educação.

Para o diretor da Escola de Tempo Integral Espírita André Luiz, de Araguaina, Maurício Ayres Ferreira, a busca por um diálogo aproximado entre os conveniados e a Seduc é muito proveitoso. “Há 11 anos sou diretor desta unidade e nunca havíamos sido chamados para uma conversa franca e esclarecedora como esta, entre a Seduc e os conveniados. Isto é muito importante, pois podemos tirar dúvidas antes do início do ano letivo", disse.

Segundo o diretor, antes de ser informado sobre a reunião, ele já estava pensando em agendar uma com o secretário, para tirar algumas dúvidas, "mas este encontro foi suficiente, pois todos puderam apresentar as incertezas e eu resolvi as minhas a partir das dos colegas. É muito bom saber que estão nos dando voz, nos dando esta abertura nunca antes dada”, ressaltou o diretor Maurício Ferreira. (Ascom Seduc)