Polí­tica

Em pronunciamento feito durante a sessão da manhã desta terça-feira, 13, a deputada Josi Nunes (PMDB) criticou a alta rotatividade na Secretaria Estadual da Saúde. Em pouco mais de 1 ano, o governo já conta com quarto nome à frente da Pasta, desde que o médico Nicolau Carvalho Esteves assumiu no lugar de Gastão Neder.

De acordo com a deputada, mesmo com as mudanças constantes na titularidade da pasta, a situação da saúde pública do Tocantins não tem sofrido grandes melhoras. “Ao contrário. Entra secretário, sai secretário e a situação só se complica”.

A deputada ainda citou o contrato firmado entre o governo e a Pro-Saude, no qual consta a formação de uma comissão para fiscalizar as ações da empresa que administra 17 hospitais públicos do Tocantins. “Uma das cláusulas diz da formação da equipe de fiscalização. Mas ela não existe”, completou.

Discussões

Já o deputado José Bonifácio (PR), lembrando do falecimento de uma paciente com dengue hemorrágica, em Palmas, no último final de semana em Palmas. De acordo com o deputado, em tom crítico, as medidas de prevenção em Palmas estão sendo falhas e pouco efetivas. Usando de uma comparação irônica, Bonifácio comparou a situação com a infraestrutura rodoviária de Palmas. “A saúde preventiva de Palmas está um caos. Igual às crateras nas ruas da capital”, completou.

Além disso, o deputado ainda fez uma sugestão bem-humorada, mas que causou repercussão entre os parlamentares. “Se o município não der um jeito na situação, vamos ter que transferir a Assembleia para Araguaina, Gurupi, Colinas. Só assim conseguimos fugir da doença. Não quero ficar doente”, ironizou.

Já o deputado Stálin Bucar (PR), em resposta às críticas de Bonifácio, cobrou do governador Siqueira Campos (PSDB) melhorias na saúde pública do Tocantins, de maneira geral. “Vem com essa ladainha de prevenção de dengue. É só ir ao HGP. Lá não tem saída. A população está em risco eminente de morrer de infecção”, frisou. Bucar ainda criticou a postura do colega de parlamento. “O que me dá mais indignação é que um deputado da base do governador não apresenta nenhuma solução para o caso. Isso é uma vergonha”, atacou.