Educação

Foto: Divulgação

Na manhã desta terça-feira, 20, educadores de todo o Tocantins se reuniram no auditório da OAB, para participar das discussões do Fórum Estadual de Educação (FEE). Esta é a primeira reunião do Fórum que foi instituído em novembro de 2011. Os trabalhos se estendem até o fim da tarde e tem como meta discutir a implantação do Plano Estadual de Educação (PEE).

O secretário de Educação do Estado Danilo de Melo, destacou a importância das discussões e frisou que parte dos recursos federais devem ter como destino a educação. “Este Fórum é um importante espaço de interlocução para o Estado articular com os municípios, além do PEE a elaboração dos Planos Municipais de Educação. E uma oportunidade para a sociedade debater como serão aplicados os recursos provenientes do Pré-Sal, por isso, defendemos a ideia de que 50% desta arrecadação seja aplicada na educação”, destaca.

O presidente do Conselho Estadual de Educação, Cicinato Mendes, enfatizou que este é um importante momento para a educação. “Toda a sociedade pode ofertar suas contribuições, desta forma temos condições de colaborar para que os recursos e ações sejam aplicados da maneira que atenda com qualidade a educação”, explica.

Durante o evento ainda será feita a análise e aprovação do Regimento Interno, nomeados os membros do FEE, realização de plenária e escolha dos coordenadores das comissões do FEE.

O professor Dr. Carlos Roberto Jamil Cury, palestrante da manhã, falou sobre os papéis que o FEE deve ter. “Um Fórum deve ser um espaço plural, onde os diferentes pontos de vista tendam a organizar as políticas públicas em favor da sociedade”, comenta.

Além de membros da Secretaria Estadual de Educação (Seduc) também, compõe o Fórum diversas entidades, como o Conselho Estadual de Educação, Undime, Universidades, entidades representativas dos Estudantes e sociedade civil organizada.

Diretrizes do PEE

Estabelecer dimensões estratégicas da política educacional do Estado, no sentido de orientar as ações da gestão pública e institucional. Estruturar diretrizes de articulação e integração das ações da política educacional estadual, delineando referências significativas para a atuação do poder público e da sociedade civil.

O PEE também tem como objetivo apontar medidas que consolidem uma dinâmica de participação intensa pelo envolvimento de diferentes segmentos das comunidades educacionais e da sociedade civil no processo de democratização da educação estadual.

Organizar o Plano Estadual de Educação enquanto documento-síntese como referência de planejamento estratégico que oriente ação institucional e da Sociedade Civil e Política. (Ascom Seduc)