Estado

Foto: Divulgação

O governo do Estado, através da Fundação de Amparo à Pesquisa, está articulando em Brasília, junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, a implementação de metas políticas de pesquisa no Estado.

Nesta terça-feira, 3, a presidente do Fundo de Amparo à Pesquisa do Tocantins, Andrea Stival, se reuniu com o Secretário de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento do ministério, Carlos Nobre, para discutir esse apoio ao programa “Polos de Produção Sustentável”, buscando apresentar programas que possam ser desenvolvidos entre os setores acadêmicos, público e privado.

“Levamos ao Ministério o que o governador Siqueira Campos pretende implementar, como o auxilio à pesquisa; bolsas de incentivo no ensino médio publico; programa de desenvolvimento científico regional, onde objetiva-se atrair doutores para desenvolvimento de pesquisa no Tocantins; bolsas para o programa de iniciação científica para alunos do ensino médio (PIBIC-Jr), bem como o auxilio às publicações científicas”, afirma Andrea Stival.

O senador Vicentinho Alves, , informa que pleiteia junto ao ministro Marco Antonio Raupp atenção ao projeto que considera “ferramenta indispensável à formação intelectual não apenas de pesquisadores, mas de jovens que ainda se encontram cursando o ensino médio”.

Polo de Produção Sustentável

O programa objetiva fomentar pesquisa com a realização de seminários em cada polo, com participação da comunidade e academia. Para o programa sair do papel, o Fundo de Amparo solicita ao ministério apoio técnico para implantação de ações políticas pela Seped - Secretaria de Políticas e Programas de Pesquisa e Desenvolvimento. (Secom)