Polí­tica

Foto: Divulgação

O senador João Ribeiro (PR) confirmou nesta terça-feira, 17, que assinou o requerimento de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) Mista para investigar o envolvimento de agentes públicos e privados com o contraventor Carlinhos Cachoeira, preso na operação Monte Carlo, da Polícia Federal. João Ribeiro fez questão de assinar o documento para “ver todas as acusações esclarecidas”, segundo ele.

O senador João Ribeiro, que já foi deputado estadual por Goiás antes da divisão do Estado do Tocantins, reafirmou que apesar de conhecer a maior parte dos políticos e empresários do Goiás, nunca esteve com Cachoeira ou qualquer de seus funcionários.

Decisão do Bloco do PR, PTB e PSC

A decisão do senador foi informada ao Plenário do Senado juntamente com a disposição de todos os 13 senadores do Bloco Partidário PR/ PTB e PSC em apoiar a criação da CPMI. "Após a reunião do Bloco União e Força, decidimos que a decisão da assinatura ao Requerimento seria unânime", relatou João Ribeiro.

O senador Gim Argello (PTB-DF), líder do PTB e vice-líder do governo no Senado Federal foi quem anunciou a decisão do grupo composto pelos senadores Fernando Collor (PTB-AL), Alfredo Nascimento (PR-AM), Blairo Maggi (PR-MT) entre outros.

Por: Redação

Tags: CPI, João Ribeiro, Polícia Federal, Senado