Estado

Em nota encaminhada na manhã desta sexta-feira, 20, líderes do PMDB de Porto Nacional repudiaram a proposta do deputado Marcelo Lelis (PV) de desmembrar o distrito de Luzimangues do município de Porto Nacional e, posteriormente, anexá-lo à capital, Palmas. De acordo com o vereador André Costa (PMDB), a medida é uma afronta à cidade histórica do Tocantins.

Segundo a nota encaminhada pelos líderes peemedebistas de Porto, a cidade já sofreu durante muito tempo com as constantes desvinculações de territórios para a criação de novos municípios. “Porto Nacional é um município castigado por anos a fio com inúmeros desmembramentos, contribuições que fizeram nascer Nova Fátima, Ipueiras, Brejinho de Nazaré e mais recentemente Palmas”.

Na nota enviada, os líderes do PMDB ainda criticam a postura do deputado em encaminhar a proposta de desmembramento de Luzimangues à Assembleia Legislativa e acusaram o deputado de usar o distrito por interesse eleitoral. “o deputado Marcelo Lelis deveria ter mais responsabilidade em escolher temas para engrossar o discurso de sua campanha para prefeito da capital”.

Já o vereador André Costa foi ainda mais incisivo e frisou que este tipo de ação de desvinculação territorial para fins de emancipação, ou anexação em outro município não são de responsabilidade do Legislativo estadual. Para ele, a medida só poderia ser tomada por intermedio do governo federal. capital. “A comunidade palmense quer propostas para a segurança pública, para a saúde, para a educação e principalmente para o combate à miséria que já se instalou na periferia da cidade. Ao contrario disso, o parlamentar siqueirista busca o caminho da enganação, da transgressão das normas pré-estabelecidas para o desmembramento de municípios, que é de competência do federal”, salientou.

O ex-prefeito de Ponte Alta e pré-candidato em Porto Nacional, Cleyton Maia (PMDB), também repudiou a ação do deputado e destacou que a proposta do deputado seria um “tapa na cara da sociedade”. “Como filho desta terra não admitimos tamanha irresponsabilidade política, pois temos história, temos brio, temos coração e repudiamos veementemente esta iniciativa”, disse.

Em entrevista ao Conexão Tocantins na manhã desta sexta-feira, o deputado Marcelo Lelis (PV) informou que não pretende um confronto com os políticos ou a população de Porto Nacioal. De acordo com ele, a meta é levar desenvolvimento organizado para o distrito que fica próximo à capital.