Polí­tica

Foto: Divulgação

A situação dos servidores da Fundação Universidade do Tocantins (Unitins) foi tema do pronunciamento do deputado Eli Borges (PMDB) na sessão matutina desta quarta-feira, dia 16. Para ele, o quadro é preocupante, confuso e incerto. “Vemos um clima de insatisfação generalizada por parte dos servidores, pois a atual gestão da Unitins se mostra insensível às necessidades de seus servidores concursados que não podem ser responsabilizados pelas mazelas decorrentes de gestões passadas”, afirmou.

O parlamentar citou algumas reivindicações dos servidores da instituição que alegam a falta de reajuste salarial previsto em lei (com data base em março de 2012) e querem a transformação da Unitins em autarquia (totalmente pública), conforme exigência do Ministério da Educação e Cultura, bem como todos os benefícios de direito para os servidores concursados.

“Apelamos para que a consciência e a empatia do atual gestor da Unitins atendam às legítimas reivindicações dos servidores, mediante o estabelecimento de um clima de valorização, motivação e respeito”, finalizou Eli Borges. (Dicom/AL)

Por: Redação

Tags: Eli Borges, Unitins