Polí­tica

Foto: Divulgação

Já na sessão extraordinária da tarde desta quarta-feira, 16, foi oficializado o convite para os ex-governadores Marcelo Miranda e Carlos Gaguim, ambos do PMDB comparecerem á Assembleia Legislativa para justificarem suas contas consolidadas referentes ao exercício financeiro de 2009. O convite foi lido pelo segundo secretário da Casa, deputado Iderval Silva (PMDB).

A informação já havia sido antecipada pelo relator das contas na Casa, deputado Osires Damaso (DEM), ao Conexão Tocantins, que ainda informou que o prazo para que os ex-governadores preparem suas defesas é de 15 dias a contar de hoje. Com isso, é provável que Marcelo e Gaguim compareçam ao Parlamento no próximo dia 31.

Entenda

Carlos Gaguim assumiu o governo após a cassação de Marcelo Miranda em setembro de 2009. Por conta desta situação, as contas consolidadas daquele ano acabaram sendo analisadas em conjunto pelo Tribunal de Contas do Estado que acabou emitindo parecer pela rejeição. Ao serem encaminhadas para a AL, depois de análise e elaboração do relatório, o relator da matéria, Osires Damaso, decidiu aceitar as contas com ressalvas.

Após o parecer do relator, as contas consolidadas de 2009 foram reenviadas ao TCE que decidiu pela não divisão entre as gestões de Miranda e Gaguim. Com isso, o exercício a análise do exercício financeiro foi encaminhado novamente para a Assembleia para nova análise do relator. Damaso informou, no entanto, que pretende ouvir os ex-governadores antes de finalizar seu relatório. “É para dar o direito à ampla defesa e ao contraditório”, informou.