Estado

Foto: Divulgação

O 1º Vice-Presidente da Comissão Parlamentar de Inquérito que investiga o trabalho escravo no Brasil, deputado federal Júnior Coimbra (PMDB), anunciou na manhã desta sexta-feira, 18, que a CPI realizará audiências públicas nos estados do Ceará, Maranhão e no Tocantins, que será o primeiro a ser visitado pelos membros da Comissão.

Coimbra explicou que a reunião de audiência pública ocorrerá na Assembleia Legislativa do Estado, na capital, e contará com a participação da sociedade para debater o tema.

O 1º Vice-Presidente participou ontem de reunião ao lado do presidente da CPI, deputado Cláudio Puty (PT-PA) e os presidentes das Comissões de Direitos Humanos dos três estados que serão visitados. O presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa do Tocantins, deputado estadual Freire Júnior (PSDB), disse na reunião que a visita da CPI vai ajudar a verificar o cumprimento da legislação trabalhista no estado.

Para o deputado Júnior Coimbra, “a presença da CPI nos estados será de fundamental importância para encontrarmos caminho para extirpar esse mal da sociedade brasileira”, afirmou. O parlamentar defende mudanças na legislação que tipifica o trabalho escravo para torná-la mais objetiva.

O presidente da CPI afirmou que o objetivo das audiências nos estados será o de conhecer com profundidade a real situação nos estados. A reunião de audiência pública em Palmas deverá ocorrer na segunda quinzena de junho. (Ascom Jr. Coimbra)