Polí­cia

Foto: Divulgação Clique na imagem e veja a quantidade de ocorrências de 11/04/2012 a 20/07/2012 Clique na imagem e veja a quantidade de ocorrências de 11/04/2012 a 20/07/2012

Os atrativos que facilitam os registros dos Boletins de Ocorrência pela Internet sem sair de casa fizeram com o que a Delegacia Virtual registrasse mais de 2.700 ocorrências nos três primeiros meses de existência. Os BO’s de furto ou perda de documentos, objetos e celulares; denúncia de violência contra mulher, o idoso e o menor e desaparecimento de pessoas são os mais realizados pelo site.

Para o superintendente de Informática e Telecomunicação da SSP, Vanderlan Coelho Maciel, responsável pela manutenção do sistema da nova delegacia, os números comprovam a aceitação da sociedade para o novo dispositivo da Polícia Civil. “A divulgação na imprensa e as facilidades da ferramenta fizeram aumentar a procura. E para garantir qualidade a Delegacia Virtual é composta por duas equipes, uma com cinco servidores efetivos da Polícia Civil, que são delegados e escrivães de Polícia, e outra equipe composta por cinco analistas, que dão toda manutenção necessária para a melhoria do site”, disse Wanderlan.

O superintendente afirma ainda que o apoio do Governo do Estado, bem como do secretário da Segurança Pública é fundamental para o sucesso da ferramenta. “O secretário, João Coelho, por meio do Governo do Tocantins não tem medido esforços para trazer melhorias ao site e o resultado não poderia ser outro, temos hoje uma delegacia com linguagem de fácil compreensão, rapidez e praticidade na hora de realizar o registro”, concluiu.

De acordo com dados da Delegacia Virtual, nesses pouco mais de 90 dias de funcionamento foram registrados 2480 boletins de perda/furto de documentos, outros 39 de perda/furto de objetos e mais 80 de perda/furto de celulares. Palmas foi a cidade com maior registro com um total de 1325.