Meio Ambiente

Foto: Divulgação

O Corpo de Bombeiros, a partir de levantamento da distribuição dos focos de queimadas no Estado nos meses de junho e julho, elaborado e tabulado pela Defesa Civil, detectou que a maior concentração de focos de calor nesse período estava em terras indígenas (TI) com 48 focos em junho e 304 em julho e nas unidades de conservação (UC) com 177 em junho e 205 em julho. Desta forma Unidades de Conservação representam 19% dos focos registrados no mês de junho e os territórios indígenas, 18% no mês seguinte.

Em comparação com os números do ano passado, em junho 2012 houve um aumento de 7% de focos em terras indígenas e 126% em unidades de conservação. E em julho, os índices são ainda piores, o aumento em TI foi de 112% e 29% nas UC.

Com os dados observados, segundo os Bombeiros, concluiu-se também que dos 922 focos detectados por satélite no mês de junho apenas um se encontrava em zona urbanizada.

Segundo o relatório da defesa civil os fatores climáticos e ambientais somados a ação ou omissão humana são decisivos para o incremento e a propagação do fogo no Tocantins. “Com o raio X de onde queima e porque queima podemos contribuir com as ações de prevenção e políticas públicas voltadas para minimizar os problemas dos focos de queimadas no Estado”, ressaltou o coordenador adjunto da coordenadoria estadual da Defesa Civil, major Carlos Eduardo de Souza Farias.

Semestre

A instituição verificou também que houve de janeiro a agosto de 2012, um aumento de 93,4% dos focos quando comparado ao mesmo período do ano passado, dado que nos coloca em 4º lugar no ranking nacional.

Combate

Existem duas equipes diárias com uma média de 10 bombeiros voltados para atender exclusivamente incêndio florestal em Palmas e uma equipe de quatro homens para cada cidade do interior com sede do Corpo de Bombeiros pronta para atuar, isso somada a 13 brigadas do PrevFogo/IBAMA, três do Naturatins nas Unidades de Conservação de Proteção Integral e nove brigadas municipais formadas pela Defesa Civil atuando no Estado. (Ascom Bombeiros)