Polí­tica

Foto: Divulgação
 

O senador João Ribeiro (PR) apresentou neste último domingo (21) ao Diretório Nacional do Partido da República, em Brasília, uma análise das eleições municipais no Tocantins. Com bases nos números da justiça eleitoral, João Ribeiro concluiu que “o PR foi o partido vitorioso da eleições 2012 no Tocantins”. Com 75 mil votos em todo o Estado - 10% dos votos válidos - o PR ficou a frente do PP, PSB, PSD, PMDB e até mesmo do PSDB, “partido do governador”, relatou o senador aos dirigentes nacionais do Partido da República.

Durante Convenção Nacional que elegeu a nova Executiva Nacional e renovou o Diretório Nacional do Partido, João Ribeiro explicou que apesar de perder na capital, o PR fez 14 prefeituras – 10% das 139 prefeituras do Estado. Dos 23 partidos oficialmente instalados no Tocantins e que elegeram prefeitos, vice prefeitos e vereadores, “o PR é o primeiro em número de votos”, ressaltou o senador. Nas eleições de outubro, o PR fez 13 vice-prefeitos e 132 vereadores.

Aos 90 membros do Diretório Nacional do Partido, João Ribeiro explicou que dos 750 mil votos válidos no Tocantins, o PR teve 75 mil votos porque conquistou a segunda maior cidade do Tocantins e mais 13 municípios. Entre as dez maiores cidades do Estado, o PR conquistou 03 prefeituras – além de Araguaina, Miracema do Tocantins e Tocantinópolis - e ficou como vice em mais duas cidades - Araguatins e Colinas do Tocantins (ainda sob júdice).

Outros Partidos

O segundo partido mais votado foi o PP, que conquistou a capital Palmas com quase 60 mil votos. Em 3º lugar, vem o PSB, que conquistou Gurupi, a terceira cidade do Estado. Somente depois é que vem o PSD (da senadora Kátia Abreu), o PSDB (do governador) e então o PMDB que apesar de ter conquistado 24 prefeituras, ficou em 6º lugar no quadro de votos no Tocantins.

João Ribeiro ressaltou ainda que o PRTB e o PTN, partidos ligados ao PR no Tocantins, fizeram mais de sete mil votos, conquistando três municÍpios. Tanto o PRTB quanto o PTN, teve mais votos que o tradicional PDT e o PV, principal concorrente do PR na capital do Estado, finalizou João Ribeiro a seus pares republicanos.

Convenção

Além da reeleição da Executiva Nacional e renovação do Diretório Nacional, a reunião administrativa do Partido elegeu os membros dos conselhos de Ética, Fiscal e Político. Os convencionais do PR também promoveram alteração no Estatuto do Partido para atender a atual legislação partidária brasileira e nos prepararmos para as eleições de 2014, onde "pretendemos fazer mais deputados, mais senadores e governadores", previu o secretário geral do PR, deputado federal Valdemar da Costa Neto.

Durante sua apresentação, o mais influente executivo do Partido da República apontou, ao seu lado, "três dos principais candidatos a governo de estados em 2014: o ex-senador César Borges, na Bahia; o deputado Davi Alves, no Maranhão e o senador João Ribeiro, no Tocantins". (Assessoria de Imprensa)