Polí­tica

Foto: Koró Rocha Wanderlei estuda possibilidade de trocar o PEN por outro partido Wanderlei estuda possibilidade de trocar o PEN por outro partido

Foi lida na sessão ordinária da manhã desta quarta-feira, 24, na Assembleia Legislativa, o ofício solicitando o registro de novo bloco parlamentar. De acordo com o documento, a nova composição será formada pelos partidos PPS e PEN, tendo como líder o deputado Wanderlei Barbosa (PEN). 

A mudança se deu por conta da criação de novo partido e pela troca do líder do novo bloco, que saiu do PSB para compor com o Partido Ecológico Nacional. Além de Barbosa, fazem parte do novo bloco os deputados Eduardo do Dertins (PPS), Sargento Aragão (PPS) e Manoel Queiroz (PPS).

Vale ressaltar que a situação ainda pode ser modificada por conta das desavenças no PEN, depois que o deputado Wanderlei Barbosa, indicado para ser presidente estadual da legenda, foi preterido pela ex-deputada federal, Nilmar Ruiz.

Após a decisão, existe a possibilidade de o deputado fazer nova troca partidária e se filiar ao Partido Progressista, do prefeito eleito de Palmas, Carlos Amastha. Caso isso ocorra, no entanto, ainda existe a possibilidade de o PEN entrar com ação por infidelidade partidária contra Barbosa, por não se tratar de uma composição com um partido recém-criado, conforme consta na Legislação Eleitoral.