Ciência & Tecnologia

A Fundação de Apoio Científico e Tecnológico do Tocantins (FAPTO) firmou parceria com a Petrobras para desenvolver projeto Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), com intuito de fomentar pesquisas na área de produção de combustíveis alternativos a partir de resíduos da indústria de petróleo e agroresíduos e também formar recursos humanos na área, a partir da participação de alunos da Universidade Federal do Tocantins (UFT).

De acordo com a coordenadora, professora Glaucia Eliza Gama Vieira, o projeto atenderá a demanda atual de desenvolvimento de processos tecnológicos para aproveitamento de resíduos e geração de energia alternativa. “Considerando aspectos inovadores como aproveitamento de dióxido de carbono, por exemplo”, explica. 

A coordenadora ressalta que se tratando de uma pesquisa de P & D, os principais critérios para elaboração do projeto atendem a demanda da parceria empresa e universidade, destacando-se pontos de prospecção de inovação de processos e produtos, bem como, de consolidação da Universidade como referência na área no Estado e no Brasil.

O público alvo é a formação de recursos humanos em uma área de pesquisa e desenvolvimento inovadora no Brasil, e ainda, a população em geral, que poderá ser beneficiada a médio e longo prazo com os resultados da pesquisa, considerando melhorias do ponto de vista ambiental e energético, a partir da destinação adequada de agroresíduos, da introdução de novas tecnologias na área no Estado, uso de novos combustíveis que não contribuem para a intensificação do efeito estufa, entre outros benefícios.

Sobre a parceria com a Petrobras, a coordenadora esclarece que já teve sucesso em um primeiro projeto realizado em 2006, e que dessa vez, em um novo formato de P & D, abrirá muitas oportunidades de desenvolvimento de projetos de pesquisa na UFT, por contribuir para o credenciamento da Universidade na ANP, e consequentemente para o crescimento e fortalecimento da FAPTO, que apoia aos projetos de pesquisa desenvolvidos na UFT.

“Do ponto de vista educacional, a parceria contribuirá para formação de pesquisadores na área, que desenvolverão suas dissertações de mestrado em temas relacionados ao projeto, de monografias, para os alunos de graduação, para avaliação positiva da UFT frente à CAPES, ao MEC, em ocasião de processos de avaliação e até para o direcionamento de recursos desses órgãos para a instituição” conclui.

A próxima etapa do projeto agora, é dar inicio ao detalhamento de metas junto à coordenação da Petrobras, que virá em janeiro visitar à UFT e à FAPTO.

Petrobras

A Petrobrás é uma empresa comprometida com o desenvolvimento sustentável. Ao interagir com o meio ambiente e consumir seus recursos naturais, a companhia entende que deve prestar contas à sociedade sobre o impacto de suas atividades na biosfera e contribuir para a melhoria de qualidade de vida da população. Nesse sentido, a empresa tem uma grande responsabilidade socioambiental e investe em programas que, além de defenderem a preservação do meio ambiente, incentivam o desenvolvimento de uma consciência ecológica junto às comunidades.