Polí­tica

O deputado federal Junior Coimbra manifestou por meio de nota nesta quarta-feira, 14, repúdio à dissolução do Diretório Estadual do PMDB no Tocantins, o qual presidia. A dissolução foi realizada durante a manhã desta quinta-feira pelo presidente nacional, Valdir Raupp.

Coimbra afirma que buscará na justiça a reversão da dissolução do diretório “visto que não existem motivos para essa decisão, e sim divergências políticas”, diz.

O deputado diz ainda que, tão logo seja marcada a convenção para escolha do novo diretório apresentará seu nome para concorrer à presidência. Confira abaixo a nota na íntegra.

NOTA À IMPRENSA

Venho através desta nota manifestar meu total repúdio e condenação à dissolução do Diretório Estadual do PMDB no Tocantins da forma como foi realizada na manhã desta quarta-feira, 14.

Buscarei a reversão desse afastamento, visto que não existem motivos para essa decisão, e sim divergências políticas (o que não justifica o ocorrido, o direito do dissenso faz parte da democracia).

Defendo um PMDB para todos, não somente para alguns. E é com esse espírito que seguirei militando dentro do partido e buscando na instância judicial a reversão desta sanção partidária, que foi aplicada injustamente.

Agradeço as diversas manifestações de apoio e solidariedade que recebi durante esse processo e informo que tão logo seja marcada a convenção para escolha do novo diretório apresentarei meu nome para concorrer, através do voto, à presidência do PMDB.

Deputado Federal Júnior Coimbra

Por: Redação

Tags: Júnior Coimbra, PMDB, Valdir Raupp