Polí­tica

Foto: Divulgação

O vereador Valdemar Júnior (PSD) pediu celeridade às comissões permanentes da Casa para apreciação dos projetos de lei ainda em tramitação. Valdemar lembrou que, embora o período legislativo termine em 15 de dezembro, os trabalhos devem prosseguir até a véspera do Natal, devido à complexidade de algumas matérias, entre elas a Lei Orçamentária Anual (LOA), que deve ser enviada pelo Executivo até dia 30. 

O parlamentar ressaltou que precisam ser feitas reuniões com a equipe do prefeito eleito Carlos Amastha (PP) para que o Orçamento atenda às expectativas do novo governo. “Temos a obrigação, o dever, a responsabilidade e o compromisso com a população de permitir que o novo governante opine no novo Orçamento para que não tenha o ano travado.”

O vereador Bismarque do Movimento (PT) também defendeu a discussão do Orçamento com a equipe de Amastha.

Valdemar Júnior também informou que vai dar apoio à criação do Partido da Solidariedade e ao deputado Paulinho da Força, recolhendo assinaturas no Tocantins. “Deverá ser a quinta maior bancada do Congresso Nacional, com cerca de 30 deputados”, afirmou. De acordo com o parlamentar, no Tocantins, a criação da nova sigla tem apoio do deputado federal Eduardo Gomes (PSDB). 

Título de Cidadão

O vereador Lúcio Campelo (PR) defendeu a entrega do Título de Cidadão Palmense a Belmiran José de Souza, por seu incentivo ao esporte, e a professor Wolfgang Teske, pela contribuição à instalação do Centro Universitário Luterano de Palmas (Ceulp/Ulbra).

Cachoeira e Mensalão

Para Campelo, o prefeito de Palmas, Raul Filho (PT), e o governador de Goiás, Marconi Perillo (PSDB), são apenas bodes expiatórios do esquema do bicheiro Carlinhos Cachoeira. “Quem eles estão querendo proteger?”, questionou, referindo-se ao relatório da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investigou a relação do bicheiro com agentes públicos.

O vereador também falou sobre o Mensalão. Na sua opinião, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sabia, sim, sobre o pagamento a parlamentares para a aprovação de projetos.