Polí­tica

Foto: Divulgação

Mesmo o PMDB passando por uma troca de comando, o fato não diminuiu a intenção do prefeito eleito de Palmas, Carlos Amastha (PP), de contar com o partido como aliado de sua gestão, que começa em janeiro de 2013.

Amastha diz que vai continuar dialogando com os dirigentes do PMDB e também os vereadores eleitos do partido porque acredita na força da legenda e a considera peça importante na composição de forças políticas em sua gestão.

“O PMDB é o maior partido do Estado e em Palmas também demonstrou sua força nas eleições municipais, elegendo três vereadores. Quero construir uma gestão ampla, que conte com a colaboração de siglas importantes e que estejam preocupadas com o desenvolvimento da cidade. Vejo que o PMDB e seus líderes têm esse perfil e já demonstraram isso”, opinou Amastha.

O prefeito eleito diz não acreditar nessa mudança da executiva e confia que o partido seguirá sua linha histórica, que foi construída com o trabalho de muitos, que se doaram e elevaram o partido ao patamar e a força que ele tem hoje. “Independente do deputado Junior Coimbra ser um aliado do Governo, acredito que o partido seguirá a sua postura de sempre estar ao lado e em defesa do povo, buscando interesses coletivos e não pessoais. Em algum momento a coerência vai prevalecer".

Amastha reforça ainda que manterá aberto o diálogo com o PMDB e seus vereadores, na busca do fortalecimento de sua gestão e pelo bem de Palmas e que indicará integrantes do partido para compor a sua gestão. (Assessoria de Imprensa)

Por: Redação

Tags: Carlos Amastha, PMDB, Prefeitura de Palmas