Polí­cia

Uma equipe de policiais Civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais – Deic – Palmas, sob o comando dos delegados Liliane Albuquerque Amorim e Evaldo de Oliveira Gomes,  prendeu, na tarde desta segunda-feira, 03, Joas Martins de Sousa. A prisão se deu em cumprimento a um mandado de prisão preventiva expedido contra o acusado pela prática do crime de roubo a mão armada, praticado contra um estabelecimento comercial em Palmas, no ano de 2010.

Segundo informações dos delegados responsáveis pelo caso, Joas e mais dois comparsas chegaram à empresa gráfica, anunciaram o assalto e, mantendo os funcionários como reféns, arrombaram o cofre da empresa de onde subtraíram uma quantia irrisória, em dinheiro.

Segundo apontaram as investigações, os criminosos tiveram a ajuda de um funcionário da empresa que lhes informou que o proprietário da mesma havia sacado no banco a quantia de R$ 40.000,00 (quarenta mil reais) com os quais pretendia efetuar o pagamento de todos os funcionários.

Todavia, o dono da gráfica não conseguiu efetuar o saque do dinheiro, no dia anterior, e o pagamento foi atrasado, motivo pelo qual a ação criminosa acabou frustrada. Após fugir, os criminosos foram reconhecidos e, após investigações e monitoramento, Joas foi preso nesta segunda-feira quando se encontrava no centro da capital.

Na sede da Deic, o acusado confessou ser um dos autores do crime e, também confirmou a participação de um funcionário da gráfica na ação delituosa. Após os trâmites legais, Joas Martins de Sousa foi encaminhado à Casa de Prisão Provisória de Palmas - CPPP, onde permanecerá a disposição do poder judiciário.

A Polícia Civil informa que as investigações continuarão e, que todos os esforços estão sendo empreendidos no sentido de localizar e prender, os demais acusados pelo crime, o mais rápido possível. (Ascom SSP)