Palmas

Foto: Divulgação

Após 50 dias de um minucioso estudo realizado pela Comissão Especial de Avaliação Patrimonial, a Câmara Municipal de Palmas apresentou, nesta sexta-feira, 22, relatório final sobre a situação dos bens materiais da Casa. O resultado final dos trabalhos foi “altamente positivo, considerando que as pessoas notificadas apresentaram os bens ou justificativas em tempo hábil”, disse o presidente, vereador Major Negreiros.

De todos os 183 bens inicialmente não localizados, 153 foram identificados ou devolvidos e já estão em uso pelos servidores. Os outros 30 bens estão localizados no depósito municipal da Prefeitura de Palmas, e foram considerados inservíveis.

Para Laureno Justiniano Temas, presidente da Comissão Especial de Avaliação Patrimonial, os esforços para reaver os bens patrimoniais da Câmara foram bem sucedidos. “Foi um trabalho conjunto de vários setores da Câmara e graças à ajuda de todos, conseguimos preservar o patrimônio público. Alguns itens se encontravam no próprio prédio da Câmara, sem identificação correta”, concluiu Laureno.

Entre os itens localizados estão notebooks, mesas, armários, nobreaks, impressoras, cadeiras, scanners, lavadora de veículos, mesa de som, pedestal entre outros. (Ascom CMP)