Cultura

Foto: Divulgação

A Secretaria de Estado da Cultura do Tocantins está realizando a segunda edição do workshop “Música brasileira, uma viagem em mil sons”, que em sua primeira edição aconteceu nos municípios de Porto Nacional, Paraíso do Tocantins e Gurupi em 2012.  O projeto também já circulou as cidades de Araguaína e Colinas do Tocantins, totalizando mais de 250 participantes, 75 só no município de Araguaína. A última edição da segunda etapa do workshop está sendo realizado hoje, 28, na cidade de Dianópolis. O workshop tem o objetivo de fornecer o conhecimento da evolução histórica da música somada aos momentos artísticos relacionados ao meio musical e é direcionado aos artistas das diversas áreas, como professores de música, português e história.

Para a secretária da cultura, Kátia Rocha, “o workshop proporciona a um público específico o conhecimento da história da música brasileira, o que se faz essencial para o desenvolvimento intelectual e técnico para os profissionais e artistas que trabalham na área, além de educadores de escolas públicas”, ressaltou a secretária.

Segundo a professora de música e cantora, Mara Rita, que comanda a palestra, o workshop realiza oficinas, palestras e shows e faz um embarque ao século XV. “Durante o percurso, o participante terá a oportunidade de conhecer formação da música, o cenário musical, a influência social, os ritmos e os personagens que fizeram a história da música brasileira”, explica a cantora.

O maestro da banda da polícia militar do município de Dianopólis, Nilton Sérgio, parabenizou a secretaria da cultura pela iniciativa. “A Secult está de parabéns por proporcionar esta oficina que veio trazer conhecimento e informação da história da música popular brasileira, enriquecendo nosso trabalho e ao mesmo tempo valorizando o artista tocantinense com informações fabulosas, antes desconhecidas por nós”, relatou o maestro.

A professora de artes e história, Jesuíta Bandeira, também falou sobre o workshop. “Está sendo maravilhoso. Estou adquirindo um conhecimento valioso que estarei utilizando em sala de aula. Recebemos uma apostila completa sobre diversos cantores brasileiros que antes não tinha acesso. Estávamos precisando mesmo desta oficina”, relatou a professora.

A palestra aborda a história da música brasileira e apresenta os principais ritmos que formam a cultura do país, entre eles, destacam-se  o  “Iundu”,  o “Maxixe”, o “Choro”,  o “Chorinho”,  a “Música erudita”,a “Bossa Nova”,  o “Rock”,  o  “Yê Yê Yê”,  o “Baião”,  o “Forró”, o “Frevo”, o “Maracatu”,  a “Afroxé”, o  “Rapp”,  a “Tecnomusic”, e a “Música tocantinense”.Movimentos culturais como  “Bossa Nova”, “Tropicália”, “Modernismo”, “Música de protesto”, “Música Mineira”, “Axé”, “Hip hop”, “Sertanejo” e “MPB” também compõem o conteúdo do evento.