Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual Marcelo Lelis (PV) esteve reunido na tarde desta sexta-feira, 1º de março, com o secretário estadual de Segurança Pública, João Fonseca Coelho, para tratar do pedido de permanência do Instituto Médico Legal de Natividade.

Buscando atender a reivindicação da comunidade, Marcelo Lelis apresentou requerimento na Assembleia Legislativa solicitando da secretaria a permanência do IML na cidade com o objetivo de continuar atendendo as demandas da região. Preocupados com a possibilidade de transferência dos serviços, o vereador Marcel Araújo (PV), o presidente do PSDB local Arthur Ribeiro e as funcionárias do IML Terezinha Castro e Maria do Socorro pediram o apoio do deputado em busca de um entendimento sobre a questão junto ao governo. Segundo os representantes de Natividade, o órgão presta atendimento para cerca de 20 municípios da região.

O secretário João Fonseca Coelho garantiu que não há nenhum ato de transferência do IML de Natividade. Segundo ele, o governo do Estado tem a intenção de instalar um núcleo de medicina legal na cidade de Dianópolis para melhor atender a região sudeste e que a medida não prejudicará a estrutura já existente em Natividade. “O núcleo a ser criado em Dianópolis não prejudicará de forma alguma o atendimento prestado em Natividade que será mantido em pleno funcionamento conforme a estrutura já instalada”, frisou.

Para Marcelo Lelis, o resultado da reunião foi positivo visto que, com a medida, as duas cidades serão beneficiadas. “O secretário assegurou que a unidade será mantida em Natividade e que um novo ponto de atendimento será criado em Dianópolis para também melhor atender a população daquela região”, destacou Lelis. (Assessoria)