Polí­tica

Foto: Divulgação Eli Borges estuda a possibilidade de mudar de partido Eli Borges estuda a possibilidade de mudar de partido

A disputa interna no PMDB do Tocantins, considerado o maior partido do Estado em número de membros, pode resultar em baixa na Assembleia Legislativa do Tocantins. O deputado Eli Borges (PMDB), ex-vice-presidente da Casa, informou ao Conexão Tocantins, durante a sessão da manhã desta terça-feira, 5, que está analisando a possibilidade de trocar de legenda.

O deputado, no entanto, não antecipou uma decisão, mas confirmou que vem estudando uma possível saída do PMDB, partido pelo qual foi eleito ao Parlamento. “Eu estou analisando esta disputa interna no PMDB, e outros partidos para tomar uma decisão”, disse.

Borges, que enviou um representante para a reunião realizada pelo novo partido, Rede Sustentabilidade, da senadora Marina Silva, afirmou que a nova legenda lhe agradou. “Este é um bom partido. Estou em fase de estudo de seu estatuto”, frisou.

Debandada

Caso deixe o PMDB, o deputado não corre o risco de ter seu mandato cassado, caso ingresse em uma legenda recém-criada. Neste caso, Eli Borges seria o segundo deputado a deixar o PMDB na atual Legislatura. Ainda em 2012, o atual presidente da AL, Sandoval Cardoso (atualmente no PSD) deixou seu antigo partido para se aliar à legenda recém criada pelo ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab e pela senadora Kátia Abreu.

Além de Eli, o PMDB é representado no parlamento do Tocantins pelos deputados Iderval Silva, Vilmar do Detran, Josi Nunes e José Augusto Pugliese