Palmas

Foto: Divulgação

Nenhuma delas era famosa. Eram apenas dez das milhares de mulheres que, no seu dia a dia, contribuem para garantir os serviços essenciais e para dar vida a Palmas. Na sessão em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado em 8 de março, o presidente da Câmara Municipal, vereador Major Negreiros (PP), as escolheu em meio à multidão para receberam a homenagem da Casa.

Na área da Saúde, o certificado foi entregue à médica Lilian Dilela Mancilha Marques; Educação, Joana Inês Santana; desportos, Railey Nunes de Almeida; artesanato, Tereza Alves dos Santos; limpeza pública, Miria de Jesus Penha Rabelo; Corpo de Bombeiros, Ana Carolina Gomes Uchôa; militar, Livia Pereira de Sousa; táxi, Maria Ivoneide Lopes Siqueira; serviço público, Terezinha Pereira Alves, e feira livre, Vera Lúcia Langui. 

Na mesa, além de Negreiros e do vereador Joaquim Maia (PV), a superintendente de apoio ao governador Maria Tereza Rocha, representando o governador Siqueira Campos (PSDB); a primeira-dama de Palmas, Glô Amastha; a superintendente municipal de Políticas Públicas para a Mulher, Gleyde Braga; secretária municipal de Desenvolvimento Social, Maria Luiza Filizola Gomes.

O evento contou com a participação especial da cantora Quésia Carvalho, que, acompanhada pelo músico e compositor Anderson Camacho, interpretou o Hino Nacional, e Elda Costa, que também é saxofonista. Apresentaram-se, ainda, a servidora Rhaysa Santos Carvalho, cantora gospel que trabalha no gabinete do vereador Pastor João Campos (PSC), e a banda da Guarda Metropolitana.

Em nome de todas as homenageadas, a professora Joana Inês Santana disse que a mulher pode ser empreendedora ou política, pode ser um sucesso, mas nunca perderá a doçura. “Então, hoje, o meu aplauso vai para todas as mulheres. Ficou feliz pela iniciativa da Câmara de homenagear mulheres dos mais diversos segmentos.”  

A superintendente de Políticas Públicas para a Mulher, Gleyde Braga, destacou que as mulheres tem mostrado a sua competência e a sua vontade de fazer um mundo mais justo. Exemplo disso, na sua opinião, é a presidente Dilma Roussef (PT).

A superintendente de apoio ao governador, Maria Tereza Rocha, lembrou que o Dia da Mulher é comemorado porque as mulheres ainda buscam o seu espaço. “Não vi nenhuma mulher sentada nesta Câmara Municipal, porque a mulher serve para tudo, mas não se acha capaz de buscar este espaço.”

A primeira-dama Glô Amastha elogiou a iniciativa da Câmara de homenagear mulheres de diversas profissões, lembrando que essas trabalhadoras ainda chegam em casa para cumprir as funções de mãe e esposa. Concordou com Maria Tereza de que a mulher continua buscando o seu espaço.

Vereadores
Presentes, os vereadores Gerson da Mil Coisas (PSL), Cleiton Cardoso (PSL), Claudemir Portugal (PPS), Professor Júnior Geo (PSB), Joel Borges (PMDB), Waldson da Agesp (PT), Marilon Barbosa (PSB) e Major Negreiros (PP), citaram suas mães, esposas e namoradas. Gerson fez questão que dona Maria Alves de Sousa ficasse ao seu lado, na tribuna e, também, de distribuir bombons para as mulheres presentes.

O vereador Pastor João Campos (PSC) citou a esposa, Anália. “Feliz aquele que tem a oportunidade de ter a mãe ainda viva”, afirmou. “A minha já se foi.”

Para o líder do prefeito na Câmara, Joel Borges (PMDB), ainda há muito para fazer, como combater a violência,  “uma coisa que machuca muito”. “O Parlamento tem de estar atento ao que acontece no mundo de hoje.”

O vereador Marilon Barbosa (PSB) lembrou que sua mãe, professora Maria Rosa, mulher do primeiro prefeito de Palmas, ajudou a construir a cidade.

O vereador Joaquim Maia (PV) defendeu a igualdade no trabalho para a mulher. A luta começou em 1857. “E aqui estamos na mesma situação.” Para ele, cabe aos vereadores trabalhar para que haja igualdade entre o homem e a mulher. Como Joel Borges, também se mostrou preocupado com a violência contra a mulher.

O vereador Damaso (PR) reconheceu que todas as conquistas da mulher foram dela mesma. “Não foram dadas pelo homem. Por lei e por direito, ela tem de ocupar espaço em todos os níveis.”

Encerrando os pronunciamentos, o presidente da Casa, vereador Major Negreiros (PP), disse: “São vocês que fazem do mundo um lugar melhor.” Destacou que as mulheres estão ocupando cargos cada vez mais alto. “Mas todas as conquistas estão longe de representar a igualdade.” Lembrou que a comemoração foi instituída na Câmara, por meio de resolução, em 2002 e que “nunca será esquecido”.  (Ascom Câmara de Palmas )