Polí­tica

Foto: Divulgação Requerimento de Queiroz gera polêmica em plenário Requerimento de Queiroz gera polêmica em plenário

O requerimento de autoria do deputado Manoel Queiroz (PPS) que pede em regime de urgência que o presidente da Comissão de Saúde faça a convocação da presidente do Simed,  Janice Painkow, do diretor presidente da Unimed Centro- Oeste, do secretário de Administração, Lúcio Mascarenhas e também os membros do Conselho Fiscal do Fundo de Saúde gerou polêmica entre os deputados.O debate acabou com a suspensão da votação do requerimento já que o autor não estava presente em plenário e muitos parlamentares discordaram da convocação do Sindicato. “Não temos direito de convocar presidente de Sindicato e sim de convidar”, disse o presidente Sandoval Cardoso.

O líder do governo, Carlão da Saneatins (PSDB), orientou a base do governo a votar contra o requerimento. “Já tem um pedido do deputado Amélio Cayres para criar uma comissão e  analisar este mesmo problema. Vejo que não preciso ser votação de urgência”, disse o líder do governo.

Amélio Cayres do PR frisou que pediu  na semana passada a criação de uma comissão de até cinco deputados para fazer o acompanhamento da situação da paralisação do Plansaúde. Ele contou que participou de reunião que teve com as partes na Defensoria Pública. " Todos os envolvidos no sistema estavam ali foi formalizado um Termo de Ajuste e Conduta”, explicou.  “Foi acertado que os serviços voltariam”, completou.

No impasse, falta ainda o Simed oficializar a posição com relação ao assunto. A presidente do Sindicato, encaminhou nota dizendo que fica a cargo dos médicos a decisão da retomada dos serviços.

Votação

O deputado do PT, José Roberto Forzani, se posicionou contra a formação de comissão de deputados tendo em vista que já existe a comissão de Saúde na Casa. “Sou favorável ao acolhimento do requerimento”, disse.

Stalin Bucar (PR) também votou a favor do requerimento que pediu a convocação dos envolvidos no caso do Plansaúde.Para Eli Borges do PMDB, a intermediação do parlamento na negociação pode ajudar a resolver o impasse. “ Sou a favor da vinda dos representantes para resolver este assunto e com urgência, senhor presidente”, disse.

Do PV, Marcelo Lelis disse que o impasse está impactando a vida de milhares de pessoas. Ele votou a favor da criação da comissão proposta por Cayres e também favorável à convocação dos envolvidos no impasse.

Falando em seguida, José Bonifácio (PR) disse, que na sua opinião, a Assembleia não tem poder de convocar a presidente do Simed. Segundo ele, ao invés de convocação a Casa de Leis deveria convidar as partes para tratar o assunto. Ele votou contra alegando que a convocação não é de competência da Assembleia.

José Geraldo sugeriu que a Assembleia apenas acompanhe as negociações que já estão em andamento intermediadas pela Defensoria Pública. Wanderlei Barbosa do PSBtambém votou favorável à urgência do requerimento.