Estado

Foto: Divulgação

Dos 4.632 candidatos aprovados para as vagas imediatas do concurso do Quadro Geral, 2.414 já foram nomeados pelo Governo do Estado para tomar posse. Este número corresponde a 52% do total de aprovados para as vagas imediatas, ou seja, fora os classificados para o cadastro reserva. Do total de nomeados para tomar posse, 824 são aprovados em cargos de nível superior, 1.191 para cargos de nível médio e 399 para nível fundamental. Os dados são de um balanço desta quinta-feira, 11, da Secretaria de Estado da Administração (Secad).

Segundo o secretário da Administração, Lúcio Mascarenhas, 90% dos 3.310 contratos temporários no quadro geral (existentes hoje) vencerão até agosto de 2.013 e até lá serão substituídos por servidores efetivos.

Mascarenhas também explicou porque a nomeação imediata de todos os aprovados no concurso não pode ser feita de uma só vez. “Convocar todo mundo de uma vez causaria uma deficiência no andamento dos serviços prestados à população. Os novos servidores têm que passar por treinamento e se adequarem ao funcionamento do departamento onde são lotados, o que chamamos de período de ambientação e integração. Com a nomeação imediata de todos os aprovados, os serviços que estão sendo desenvolvidos seriam prejudicados”, disse o secretário. “Além disso, a substituição gradual dos contratados pelos servidores concursados atende a compromisso assumido perante o Tribunal de Contas do Estado”, acrescentou.

Posses

Dos 2.414 nomeados através do concurso do quadro geral, 1.491 já haviam tomado posse até o último dia 25. A Secad alerta quanto ao cumprimento do prazo para ingressar ao funcionalismo público na administração estadual, tendo em vista que o nomeado tem 30 dias para tomar posse, contados a partir da data de validade da nomeação. Quem precisar de um prazo maior deve fazer o pedido de prorrogação por mais 30 dias. A solicitação é através de formulário disponível no site da Secretaria.

Para tomar posse, o atendimento inicial é na Junta Médica Oficial do Estado, onde o nomeado deve apresentar todos os exames e laudos médicos exigidos no edital do concurso. O próximo passo é se dirigir ao Instituto de Gestão Previdenciária (Igeprev) para obter o comprovante de informações previdenciárias. Após essas etapas, o nomeado assina na Secad o ato de posse.

Serviços

O Governo do Estado disponibilizou aos nomeados do concurso do quadro geral o serviço de agendamento de posse. O procedimento não é obrigatório, contudo, agiliza o processo. O agendamento deve ser feito através do programa e-Posse, no site da Secad  (http://www.secad.to.gov.br).

Os aprovados no concurso do Quadro Geral também podem preencher o Banco de Talentos, serviço criado pelo Governo do Estado que auxilia na identificação de afinidades profissionais.  Disponível no site da Secad, o Banco de Talentos também não é obrigatório, entretanto, facilita a administração estadual na escolha da lotação do servidor. (ATN)