Polí­tica

Foto: Divulgação

A nacional do PMDB cancelou a eleição do partido que estava marcada para este domingo, 9. A decisão foi na noite desta terça-feira, 4. O pedido foi feito ao presidente nacional, senador Valdir Raupp e assinado pelo filiado, Antônia de Pádua Soares Marques, que é aliado do grupo da deputada estadual Josi Nunes.

Segundo o secretário geral da legenda, Márcio informou ao Conexão Tocantins com a decisão o presidente regional, deputado federal Junior Coimbra continua no mandato até outubro e depois disso acontecerá a nova eleição.

O maior questionamento que culminou no cancelamento foi com relação à publicidade do edital da eleição mas segundo o secretário o pedido para publicação no Diário Oficial foi feito no dia 24 de maio mas só foi publicada depois. “ Temos o protocolo eletrônico que comprova que nós pedimos a publicação no dia 24”, afirmou. A publicação só foi feita no dia 3 de junho.

A eleição tinha duas chapas inscritas e dois grupos do partido disputavam o comando mesmo dando seguimento às tratativas em busca de uma composição. O grupo comandado por Josi e pelo ex-governador Marcelo Miranda não concordavam com a eleição de Coimbra. Um dos maiores medos seria com relação à eleição de 2014 onde o partido pretende ter candidatura própria.

Desde o final do ano passado o partido está dividido e as principais lideranças não apoiam o atual comando de Coimbra. O deputado, pro sua vez, conquistou o apoio de peemedebistas como Carlos Gaguim e outros deputados estaduais e ultimamente tem feito discurso de oposição contra o governo do Estado.