Palmas

Foto: Divulgação

A Campanha de Vacinação contra a Paralisia Infantil que seria encerrada nesta sexta-feira, 21, será prorrogada em prazo ainda a ser definido. A medida tornou-se necessária em razão da baixa procura da população pela vacina, que está disponível nas Unidades de Saúde de todas as regiões da Capital.

“Ainda não atingimos a meta do Ministério da Saúde, portanto continuaremos vacinando até que o Ministério determine uma data limite'”, frisou a coordenadora de imunização da Secretaria Municipal de Saúde, Juliana Araújo.

Até o momento foram vacinadas 8.493 crianças, o que representa 43,25% da meta a ser atingida que é de 19.605. Entretanto a coordenadora ressalta que os números são parciais e que as Unidades de Saúde ainda não repassaram todos os dados.

Devem ser vacinadas crianças a partir de 06 meses até menores de 05 anos, que deverão receber "02 gotinhas" da vacina oral contra poliomielite. A Campanha tem a finalidade de manter a erradicação da Paralisia Infantil no Brasil, que teve o último caso notificado em 1989. (Ascom)