Polí­tica

Foto: Divulgação

A deputada estadual Josi Nunes(PMDB) usou a Tribuna durante a sessão matutina desta terça-feira,25, para comentar sobre as manifestações que acontecem em todo em país, inclusive no Tocantins.

Para a deputada, as respostas das ruas seria um verdadeiro “tapa na cara” dos políticos brasileiros tendo em vista que a maioria não se sente representada. “A grande maioria gritava "sem partido, sem política, sem políticos". Para nós isso e um tapa na cara! Não nos querem porque na verdade não se sentem representados pelos partidos e pelos políticos atuais”, pontuou.

Ainda segundo a deputada, o momento é de reflexão e de aprendizagem. “Nós, políticos, precisamos refletir sobre esta situação, nova e inesperada, apesar de percebermos um distanciamento sempre entre política e juventude, foi inesperada, não imaginávamos nossa juventude com esta capacidade de mobilização, engajada e com consciência política tão aguçada. E preciso ouvir e não reprimir. E preciso reaprender”, destacou.

De acordo com parlamentar, apesar dos vândalos, que eram minoria toda essa movimentação é surpreendente e positiva. “O Brasil é um país com muitas virtudes e avanços, mas ainda com muitas contradições e essa contradição se reflete no abismo existente entre os favorecidos e os esquecidos”, acrescentou.

Ao finalizar, a peemedebista propôs o diálogo e sugeriu mudanças também a classe política. “Vamos ouvir, dialogar, rever nosso padrão de trabalho político, estar verdadeiramente sintonizado com os clamores das ruas e contribuir com as mudanças tão desejadas antes de forma solitária, hoje desejadas através de uma grande massa de rostos, idades, cores e formas, num conjunto de vozes que gritam por um Brasil diferente. Mudemos nós políticos também”, finalizou.

Além da deputada Josi Nunes os deputados Eli Borges (PMDB) e José Roberto Forzani (PT) também comentaram sobre a onda de manifestações e falaram que a população levou ás ruas o desejo de mudança e de melhoria nos serviços públicos.