Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado federal Lázaro Botelho (PP) enviou nesta quarta-feira, 10, requerimento à secretária de Saúde do Estado, Vanda Paiva e ao reitor da Universidade Federal do Estado, Márcio Silveira, pedindo esclarecimentos sobre o processo de federalização do Hospital de Doenças Tropicais (HDT) e da Fundação de Medicina Tropical (FUNTROP) de Araguaína.

O Projeto de Lei Complementar 1/2013 de autoria do Governo do Estado tramita na Comissão de Constituição, Redação e Justiça da AL e, se aprovado, a estrutura dos dois órgãos será transferida à UFT.

Em requerimento, Botelho pede que o Governo dê garantias sobre a continuidade dos serviços prestados, de modo que servidores e usuários do sistema não sejam penalizados.

Alguns questionamentos estão sendo levantados pelo parlamentar. Um deles refere-se à apresentação de um estudo sobre os impactos que a transição poderá promover, e a garantia de que os programas e serviços existentes não serão comprometidos.

Na avaliação do deputado, mudanças na área da saúde necessitam de planejamento e transparência. “Hoje o HDT é referência na região Norte, do diagnóstico ao tratamento de doenças tropicais. Ele atende inclusive Estados limítrofes, como Pará e Maranhão. É preciso saber os impactos dessa transição para que a comunidade não se sinta prejudicada”, completou.

Hoje o HDT é especializado em referência para tratamento de doenças infecciosas transmissíveis e não transmissíveis: meningite, calazar, dengue, febre amarela, raiva, HIV/Aids, hepatites, tuberculose, hanseníase e outras doenças tropicais que necessitam de tratamento específico e contínuo.

Conforme afiançou Botelho, não há qualquer objeção em federalizar a instituição, desde que a ação seja feita com responsabilidade, planejamento e que a população se sinta parte das mudanças. “Por isso, a importância de que o Estado do Tocantins, a Universidade Federal do Tocantins e até mesmo o Ministério da Saúde garantam, desde logo, que tudo está sendo feito para beneficiar a população”, defendeu.   (Ascom)