Polí­cia

Foto: Divulgação

O Conselho de Segurança do Tocantins se reuniu na tarde desta quarta-feira (04) com cerca de 20 comerciantes da região sul de Palmas, para discutir sobre melhorias na segurança naquela região. Estavam presentes, o presidente do Conselho e Procurador do Estado - José Omar de Almeida Júnior, o Secretário de Segurança Pública, José Eliú de Andrada Jurubeba,  o Comandante Geral da PM, Coronel Luíz Cláudio Gonçalves Benício e o Subprefeito da região sul de Palmas, Gildemar Moreira de Sousa.

Segundo os comerciantes, as visitas começaram na segunda-feira (02), pelo 6º Batalhão de Polícia Militar, responsável pelo policiamento no local. Em seguida, a Secretaria de Segurança Pública e depois no Comando Geral da PM.

Os comerciantes informaram que já tiveram alguns resultados, como por exemplo, aumento da ronda policial, mas que continuarão com o movimento, exigindo aumento do efetivo de policiais e das viaturas e também pediram a realização do policiamento a pé, mais rondas da Rotam para combater tanto os roubos e furto, como também o tráfico de droga, que segundo eles, está sendo feito constantemente nos bares em Taquaralto.

Os comerciantes disseram que a Polícia Militar e Polícia Civil tem atuado, como foi mostrado: queda nos homicídios, aumento de prisões e apreensões. Mas eles reconhecem que a Polícia precisa do apoio dos demais órgãos de segurança, portanto, os próximos a serem visitados pela comitiva serão a Prefeitura Municipal, Conselho Tutelar, Promotoria e Juizado da Infância e Juventude. Nestes órgãos, eles irão solicitar mais providências com relação aos menores infratores, pedirem ocupações para os jovens, na tentativa de evitar que eles fiquem tão vulneráveis à criminalidade.

Também pretendem pedir às autoridades competentes, mais endurecimento na aplicação das medidas sócio educativas, para que os menores infratores apreendidos não fiquem impunes, continuando na criminalidade.

O conselho já adiantou que no próximo dia 30 será realizada outra reunião, e um dos objetivos é chamar a sociedade civil para debater sobre a segurança pública e envolver todos em busca de melhorar a segurança pública no Estado. O comandante geral, coronel Benício, se colocou à disposição da comunidade e informou que já determinou o reforço do policiamento na região , dentro de suas possibilidades, dará o retorno urgente às solicitações dos comerciantes. (Com informações da PM)