Estado

Foto: Luciano Ribeiro Ao receber o ministro em seu gabinete, governador solicitou convênio de R$ 8 milhões para impulsionar piscicultura Ao receber o ministro em seu gabinete, governador solicitou convênio de R$ 8 milhões para impulsionar piscicultura

O ministro da Pesca e Aquicultura, Marcelo Crivella, veio ao Tocantins nesta sexta-feira, 6, para divulgar a X Semana Nacional do Peixe, que está sendo realizada durante este mês, e anunciar os editais para instalação de oito parques aquícolas do lago da Usina Hidrelétrica de Lajeado. Antes da solenidade, o governador Siqueira Campos recebeu a comitiva ministerial em seu gabinete, onde foi assinado ofício para convênio de R$ 8,19 milhões que serão destinados ao Projeto de Promoção e Desenvolvimento Sustentável da Piscicultura no Tocantins.

O projeto visa complementar a aquicultura no Estado, aumentando a produção de pescado em 25% e beneficiando, direta e indiretamente, cerca de 900 mil famílias no Tocantins. De acordo com o Governador, com os lagos das Usinas Hidrelétricas do Tocantins, o Estado possui um potencial para produzir até 149 mil toneladas de pescado por ano, em uma lâmina d’água de 2.829 hectares. “O Tocantins já tem um grande projeto de produção aquícola. Mas, com os lagos, se apoiarmos os produtores e as empresas-âncora para dar suporte aos pequenos, nós iremos prestar um enorme serviço não só para o Brasil”, completou.

Para o ministro Marcelo Crivella, o potencial aquícola do Tocantins precisa ser contemplado com projetos que beneficiem produtores, associações e colônias de pescadores, como os parques do lago da UHE. “Com os parques implementados, começa a tornar realidade, este enorme potencial produtivo do Tocantins, que tem capacidade para produzir até 300 mil toneladas de pescado ao ano”, frisou.

Presente no encontro, o produtor José Eduardo Barbosa, do Projeto Aquícola Tamborá, frisou que desde que chegou ao Estado, há quase 20 anos, já acreditava no potencial produtivo do pescado. “O parque aquícola no lago da usina será uma alavanca para a produção de peixe no Estado. Todo o peixe produzido aqui é vendido”, disse acentuando o potencial do setor no Tocantins. (ATN)