Estado

O Sindicato dos Servidores Públicos no Estado do Tocantins (SISEPE) vai notificar o prefeito de Alvorada, José George Wached Neto, para que pague os salários atrasados e cumpra os direitos básicos dos servidores municipais. “Tivemos uma reunião com agentes comunitários de saúde e eles cobraram melhores condições de trabalho. Constatamos também que a Prefeitura não está fornecendo Equipamento de Proteção Individual (EPI) para esses servidores, o que é um direito básico”, explicou o presidente do Sisepe, Cleiton Pinheiro.

 A reunião aconteceu na noite da última quarta-feira, 11. O diretor da regional Sul do Sisepe, Silvano Pereira também participou da reunião. Eles conversaram com os servidores e registraram todas as denúncias a respeito das condições de trabalho no município. “Fornecer equipamento de proteção individual é obrigação do empregador, no caso a Prefeitura. O desrespeito a esse direito básico expõe os servidores a vários riscos no exercício da função”, enfatizou o diretor. 

 O Sisepe encaminhará a notificação ao prefeito municipal e caso as irregularidades não sejam solucionadas, o Sindicato partirá para as medidas judiciais adequadas na defesa dos servidores públicos.

 PLANSAÚDE         

Ainda em Alvorada, a equipe do Sisepe também visitou alguns órgãos estaduais e no diálogo com os servidores públicos, constatou que a principal reclamação é o atendimento pelo Plansaúde. “Ouvimos muitas reclamações em relação ao Plansaúde. São muitos servidores que estão ficando sem atendimento, mesmo com o desconto acontecendo no seu contracheque. Nós conversamos com esses servidores e esclarecemos todas as ações que o SISEPE-TO tem feito para cobrar do governo a solução do impasse”, relatou o presidente. (Ascom)