Palmas

Foto: Divulgação

Empresários do Conselho de Inovação e Desenvolvimento Econômico de Palmas se encontraram com o prefeito Carlos Amastha hoje, 26, pela manhã para discutir sobre portaria que trata do acesso a lotes lindeiros através das avenidas em Palmas. A questão levantada pelos empresários do  CIDEP é que a Portaria 246/2013 foi aprovada e publicada sem aviso prévio aos que trabalham no ramo da construção civil. A reunião aconteceu como uma espécie de tira-dúvidas, onde a prefeitura e sua equipe explicaram o que de fato acontecerá com tal publicação e o que muda em projetos futuros.

“Essa portaria visa resolver os problemas da circulação nas rotatórias. Ainda estamos estudando, mas acredito que será preciso de, no mínimo, 40 metros entre a curvatura da rotatória e o ponto de entrada num lote lindeiro por questões de segurança”, afirmou o presidente do Instituto Municipal de Planejamento Urbano de Palmas (IMPUP), Luiz Masaru Hayakawa.

Lote lindeiro é aquele que margeia as avenidas principais de Palmas. Normalmente esses lotes têm sua entrada voltada para o “lado de dentro” da quadra, porém com a execução de sete projetos embargados pela prefeitura onde a entrada do lote desbocava diretamente nas vias de trânsito rápido, enxergou-se a necessidade de publicar tal portaria.

Carlos Amastha explicou que a prefeitura pretende “instalar faixa exclusiva nas rotatórias de Palmas, mas construções que não respeitem essa portaria complicam essa ação já que o acesso ao lote seria pela avenida que margeia a quadra”. “Imagina um prédio residencial com 60 famílias entrando e saindo da garagem, tendo que atravessar as três faixas pra poder fazer o retorno. É um perigo constante!”, exemplificou o prefeito da capital.

CIDEP

O Conselho de Inovação e Desenvolvimento Econômico de Palmas (CIDEP) está em sua fase final de criação. O projeto de lei que trata de sua criação, em breve, será submetido ao voto na Câmara Municipal. (Com informações da Assessoria do CIDEP)