Campo

Foto: Divulgação

Doze alunos que participaram do Curso de Guasqueiro (artesão que usa o couro cru como principal matéria-prima de seus trabalhos), promovido pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural do Tocantins Senar, receberam no sábado, 12, os certificados de conclusão da capacitação, que teve início na última segunda-feira, 7.

O curso foi realizado pela primeira vez no Tocantins e foi uma solicitação da senadora Kátia Abreu, presidente do Sistema CNA / Faet / Senar, que fez questão de trazer o curso para o Estado por entender da importância do treinamento para profissionais que trabalham na cadeia produtiva do couro. 

Para manter viva essa tradição, que remonta ao período das colonizações espanhola e portuguesa, o Senar Tocantins trouxe a Palmas o instrutor César Augusto Nunes, do Rio Grande do Sul, que trabalha há sete anos como especialista na área. Durante o encontro, foi demonstrada a confecção de laços, manilhas, rédeas, cabeçadas, buçais, arreadores e rebenques, conjunto de peças necessárias para encilhar o cavalo.

O guasqueiro é o artesão que usa o couro cru como principal matéria-prima de seus trabalhos. O termo tem origem na palavra “guasca”, que significa pedaço ou tira de couro não curtido, sendo o profissional aquele que faz trançados exclusivamente com este material.