Polí­tica

Foto: Divulgação

O deputado estadual Marcelo Lelis (PV) cobrou por meio de um Requerimento apresentado em regime de urgência, nesta quarta-feira, 16, do Governo do Estado e do secretário de Estado da Defesa Social, Nilomar dos Santos Farias, a retirada imediata de uma Unidade Socioeducativa de menores, instalada há menos de um mês, na Avenida Francisco Galvão Cruz, em Taquaralto.  

Segundo Lelis, que esteve reunido na noite dessa terça-feira, 15, com moradores da região, pais de alunos, comerciantes e educadores, a situação é grave e requer providências do poder público. “A unidade foi instalada sem nenhuma segurança e no meio de uma quadra residencial, onde há bancos e vários comércios, além de está próxima a quatro escolas que atendem centenas de crianças. Os moradores estão em pânico, pois como a casa não oferece nenhuma segurança, os menores pulam o muro e causam terror aos moradores”, disse.

Em discurso na Tribuna da Casa, Lelis disse que caso o Requerimento não obtenha a solução do problema, ele irá até as últimas consequências. “Nós estamos apresentando esse requerimento solicitando a retirada da unidade, mas caso isso não ocorra, nós vamos juntamente com os moradores procurar o secretário para cobrar providências sobre o assunto, pois a situação é muita crítica”, declarou

Os deputados Eli Borges e Sargento Aragão, ambos do PROS, e Manoel Queiroz (PMDB), que também subscreveram o requerimento de Lelis e criticaram o Governo do Estado pela instalação da Unidade Socioeducativa em Taquaralto e pela ausência de políticas públicas voltadas à recuperação de menores infratores. Na oportunidade, Aragão colocou a Comissão de Segurança Pública da Casa que é presidida por ele, a disposição para buscar uma solução do problema.